Pular para o conteúdo
Covid-19

Com alta procura, vacinação continua para pessoas a partir dos 15 anos, em Rio Branco

Confira as oito unidades de Saúde da Capital disponibilizadas para a imunização, das 8h às 16h deste sábado. Não haverá vacinação no domingo

Pessoas a partir dos 15 anos de idade continuam sendo o público-alvo da vacinação contra Covid-19 deste sábado,7, em Rio Branco.

Ao todo, são oito unidades de saúde disponibilizadas pela Secretaria municipal de Saúde (Semsa) para a imunização, das 8h às 16h. O secretário Frank Lima afirmou que não haverá mutirão no domingo,8.

Na Capital, a prefeitura calcula que existem 48.441 pessoas de 12 a 17 anos que devem ser vacinados. “Tem muita gente, baixamos a faixa etária na quinta, por hoje ser feriado, e a procura está muito boa. São muitas pessoas que precisam tomar a vacina nessa idade”, explica Lima.

Para se vacinar, menores de idade deverão estar acompanhados dos pais ou responsáveis, além de portarem documento oficial com foto ou Cartão do Sistema Único de Saúde.

Pontos de imunização com primeira e segunda dose a vacina Pfizer:

  • Urap Hidalgo de Lima
  • Urap Rosângela Pimentel
  • Maria Barroso
  • Cláudia Vitorino
  • Eduardo Assmat
  • Vila Ivonete
  • Roney Meireles

Segunda dose somente da vacina Astrazeneca:

Drive Thru – em frente ao 7º BEC

Mudança de faixa etária

A vacinação contra Covid-19 para adolescentes de 17 anos começou na última quinta-feira, 5, em Rio Branco. A expectativa é que em até 15 dias a faixa de vacinação possa chegar ao público de 12 anos de idade. Segundo o secretário municipal de saúde, Frank Lima, a quantidade de adolescentes que devem ser vacinados na Capital é de 48.441.

O avanço da faixa etária é avaliado diariamente. “Como a gente desce por extrato de idade, todo final de tarde eu me reúno com minha equipe pra fazer um balanço sobre como foi durante o dia e se temos a condição de avançar naquele extrato, ou se tem que baixar. A expectativa é que, em 15 dias, a gente chegue na faixa etária dos 12 anos”, explica o secretário.

Na última quarta-feira,4, foi decidido que cada município do Estado terá autonomia para avaliar e definir o atendimento do público adolescente, em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (Cib).

Leia também: Após três dias sem óbitos, dois jovens, de 21 e 23 anos, morrem por Covid-19 no Acre