Pular para o conteúdo
CAPACITAÇÃO?

Vereador vai receber R$ 4 mil em diárias para fazer curso de ética fora do Estado e diz: ‘é legal!’

O vereador Célio Gadelha (MDB) embarca para São Paulo, no próximo dia 10 de agosto, para participar do curso de capacitação “Ética Moral na Administração Pública”, que será realizado pelo Instituto “Qualificar e Treinamento” entre os dias 10 a 14 de agosto. Para isso, receberá da Câmara Municipal de Rio Branco R$ 4.227,93 em diárias.

A portaria de nº 224, divulgando o ato, foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira, 5, informando também que o valor equivale a quatro diárias e meia, sendo que uma é R$ 939,54.

Para o vereador, a situação é normal e legal. “Não vejo nada de anormal. É legal. Não tem nada de ilegal nesses cursos que nós, vereadores, fazemos fora do Estado. Tenho a consciência tranquila de que estou fazendo este curso dentro da lei e esse curso serve para que nós, vereadores, possamos nos aperfeiçoar, nos capacitar para que possamos fazer um grande mandato como vereador e quem ganha isso também é a população, que os vereadores adquiram maior conhecimento. As diárias, recebemos como qualquer trabalhador da área pública que precisa se destacar para fazer o seu trabalho e também é legal”, declarou o vereador.

A esse respeito também já se posicionou, defendendo a capacitação dos vereadores, o presidente do Legislativo Municipal, vereador N.Lima, quando da viagem recente de outros vereadores para Fortaleza (CE). “Estamos com as finanças em dia e temos recursos para isso”, pontuou.

Leia mais: Vereadores farão curso de capacitação no Nordeste e receberão R$ 6 mil em diárias