Pular para o conteúdo
redução da passagem

Deputado diz que projeto de Bocalom para baixar passagem de ônibus é “presente de grego”

Pela proposta enviada à Câmara Municipal de Rio Branco, a Prefeitura repassará um valor mensal aproximado de R$ 280 mil, durante oito meses somando cerca de R$, 2,4 milhões para o Sindicato das empresas de Transporte Coletivo do Estado do Acre (Sindcol)

O deputado estadual Roberto Duarte (MDB) utilizou as redes sociais para emitir opinião sobre o Projeto de Lei (PL) de autoria da Prefeitura de Rio Branco que prevê subsídio financeiro às empresas de transporte coletivo da Capital e a redução da tarifa de ônibus de R$ 4,00 para R$ 3,50. Para ele a proposta é “presente de grego”.

“Vejo propagandas afirmando que o prefeito Bocalom será o único prefeito a baixar o preço da passagem de ônibus. Você sabe quem vai pagar essa conta? São os munícipes de Rio Branco, somos nós, pagadores de impostos! Sou totalmente a favor de baixar o valor da passagem, desde que a conta não recaia nas costas da população.”. escreveu Duarte.

Pela proposta enviada para a Câmara Municipal de Rio Branco e que será votada pelos vereadores, a Prefeitura repassará um valor mensal aproximado de R$ 280 mil, durante oito meses somando cerca de R$, 2,4 milhões para o Sindicato das empresas de Transporte Coletivo do Estado do Acre (Sindcol) cujo objetivo, segundo texto do PL é cobrir os custos das gratuidades que beneficiam idoso, deficientes, policiais, entre outros.

“Essas empresas ganham muito dinheiro há décadas, em nossa Capital, e prestam um péssimo serviço e, agora, o prefeito quer premiar as empresas com mais subsídio, assumindo o pagamento das gratuidades aprovadas em Lei, e jogar mais essa conta nas costas dos munícipes. Você concorda com essa política???”, indaga Roberto Duarte.

O PL foi protocolado na última quinta-feira, 2, pelo superintende da RBTrans (Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito), Anízio Alcântara, e ainda não tem data para ser votado no plenário da Câmara Municipal.

Leia mais: Projeto de lei pode reduzir tarifa de ônibus para R$ 3,50, em Rio Branco