Pular para o conteúdo
contra covid-19

Sesacre aguarda comunicado oficial do MS para iniciar aplicação de 3ª dose em profissionais de saúde

Aplicação da dose de reforço nos profissionais de Saúde foi divulgada no último dia 24 de setembro, mas Ministério da Saúde ainda não explicou quem poderá receber a 3ª dose

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) informou, por meio de nota, que aguarda o envio dos documentos oficiais do Ministério da Saúde (MS), com as orientações e critérios, para vacinação com dose de reforço dos profissionais da Saúde do Estado. A aplicação da terceira dose nestes profissionais foi autorizada pelo MS no último dia 24 de setembro.

Apesar do anúncio, a Sesacre explicou que a 1ª etapa do Plano Nacional de Operacionalização de Vacinação Contra Covid-19 contemplava todos os “trabalhadores da Saúde”: médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, farmacêuticos, apoio administrativo, limpeza hospitalar, laboratório, fisioterapeutas, entre outros trabalhadores e serviços. Porém, na dose de reforço, estão apenas referidos os “profissionais da Saúde”.

Desta forma, a nota assinada por Renata Quiles, chefe de Imunização e Rede de Frio do Estado do Acre, destaca que é preciso aguardar os documentos norteadores do Ministério da Saúde para identificar quais públicos serão verdadeiramente contemplados.

Vacina

De acordo com o MS, a nova etapa da imunização deve ser realizada preferencialmente com a vacina da Pfizer. O grupo deverá receber a nova dose seis meses após o profissional ter completado o ciclo vacinal.

“Acabamos de aprovar a dose de reforço para profissionais de saúde, preferencialmente com o imunizante da Pfizer, a partir de seis meses após a imunização completa. Essa é a maior campanha de vacinação da história do Brasil: já são quase 230 milhões de doses aplicadas. Brasil unido por uma #PátriaVacinada”, contou o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, em publicação no Twitter.

Desde o início de setembro, todos os municípios acreanos já estão aplicando a dose de reforço da vacina contra a Covid-19 em idosos com mais de 70 anos e pessoas com baixa imunidade (imunossuprimidos).

Confira a nota emitida pela Sesacre na íntegra: 

A Secretaria de Estado de Saúde (SESACRE) aguarda o envio dos documentos oficiais do Ministério da Saúde (MS) com as orientações e critérios para vacinação com dose de reforço dos profissionais da Saúde.

Vale ressaltar que na 1ª etapa o PNO – Plano Nacional de Operacionalização de Vacinação contra COVID-19 contemplava todos os “trabalhadores da Saúde”: médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, farmacêuticos, apoio administrativo, limpeza hospitalar, laboratório, fisioterapeutas, entre outros trabalhadores e serviços. Porém, na Dose de Reforço estão apenas referidos os “profissionais da Saúde”.

Por este motivo precisamos aguardar os documentos norteadores do Ministério da Saúde para identificarmos quais públicos serão verdadeiramente contemplados.

No mais, informamos que as estratégias de vacinação estão em processo de definição para melhor atender ao público mencionado, e que, tão logo os documentos sejam recebidos, informaremos os métodos, critérios e públicos a serem vacinados.

Renata Aparecida Rossato Quiles

Chefe de Imunização e Rede de Frio do Estado do Acre