Pular para o conteúdo
em 2021

Décimo crime de roubo e sequestro envolvendo motorista de aplicativo é registrado no Acre

Um motorista de aplicativo foi resgatado pela Polícia Civil na madrugada desta quinta-feira, 21, na Estrada do Amapá. Ele estava desaparecido desde a última segunda-feira

Decore registrou 10 casos envolvendo motoristas de aplicativo neste ano. (Foto: Emanuel Borges da Silva)

Um motorista de aplicativo foi resgatado na Estrada do Amapá, na madrugada desta quinta-feira, 21, pela Polícia Civil. Macicley Ferreira, de 23 anos, estava desaparecido, desde a última segunda-feira, e alegou que foi sequestrado e amarrado por cinco criminosos. A polícia ainda investiga o caso, mas divulga que este é o décimo caso registrado de roubo e sequestro envolvendo motoristas de aplicativo, neste ano.

Destes, cinco motoristas foram comprovados como integrantes dos crimes, é o que informam os dados da Delegacia de Combate a Roubo e Extorsão (Decore). “Nos outros quatro, eles realmente eram vítimas. Todas as pessoas foram responsabilizadas, os inquéritos também foram concluídos, mas a gente vai verificar esse aí também”, afirma o delegado Leonardo Santa Bárbara.

Por enquanto, as informações sobre este último caso são as de que o veículo utilizado pelo motorista era alugado, e que os bandidos teriam levado para a cidade de Guajará Mirim, em Rondônia. O delegado informou que a vítima disse ter sido amarrada e agredida pelos criminosos, mas que não havia marcas no corpo dele quando foi encontrado.

O motorista foi entrevistado pelos policiais, no momento do resgate, e ele devia ser ouvido às 9h desta manhã na delegacia, mas até o momento, não compareceu ao local.

Em um dos casos deste ano, um dos sequestradores chegou a morrer em troca de tiros com a polícia. Situação semelhante aconteceu no início de outubro, em que dois morreram, na BR-317.

Quer saber de todas as notícias em primeira mão? Entre no grupo de WhatsApp A Gazeta do Acre

Leia também: Bando sequestra motorista de aplicativo e dois morrem em confronto com a polícia