Pular para o conteúdo
crime

Policial civil é investigado pelo estupro de adolescentes em delegacia de Epitaciolândia

As vítimas são uma adolescente indígena S.J., e outra menor, identificada pelas iniciais R.C. Elas estariam apreendidas e custodiadas em uma das celas da delegacia de polícia do município

Foi publicado na edição desta terça-feira, 26, do Diário Oficial do Estado, a abertura de Processo Administrativo Disciplinar (PAD) que visa apurar se um agente de Polícia Civil violentou sexualmente duas menores de idade, na Delegacia de Epitaciolândia, interior do Acre.

De acordo com a publicação, as vítimas são uma adolescente indígena S.J., e outra menor, identificada pelas iniciais R.C. Elas estariam apreendidas e custodiadas em uma das celas da delegacia de polícia do município de Epitaciolândia, quando teriam sido violentadas sexualmente pelo policial civil R.A.D.S.F.

Um inquérito policial foi aberto e culminou na instauração do PAD. Conforme a publicação, o prazo de apuração é de 60 dias prorrogáveis por igual prazo.

Quer saber de todas as notícias em primeira mão? Entre no grupo de WhatsApp A Gazeta do Acre