Pular para o conteúdo
INTERDIÇÃO

BR-364 é fechada em reivindicação pró-ponte, no Vale do Juruá

Manifestantes estão no local desde às 5h de quarta-feira, 27, e não há previsão de a rodovia ser liberada

O Movimento Pró-ponte, liderado por moradores de Rodrigues Alves, ocasionou a interrupção do tráfego de veículos na BR-364 desde a manhã de quarta-feira, 27, na rotatória que dá acesso aos municípios de Cruzeiro do Sul e Rodrigues Alves, na região do Vale do Juruá. A interdição se dá devido à manifestação pela construção da ponte para a  travessia sobre o Rio Juruá. Atualmente, a travessia só é feita por meio de balsas.

Uma fila de veículos já se forma no local, e, segundo o presidente do movimento social, Ralph Fernandes, não há previsão para a rodovia ser liberada. “O Governo do Estado não mandou sequer um representante, ainda não atendeu nosso pleito. Já temos quase dois dias de manifestação pacífica, estamos respeitando o direito de ir e vir, mas dentro de um critério e olhar jurídico”, disse o representante. 

A vereadora de Rodrigues Alves, Therezinha Fernandes (PC do B), está presente na manifestação, desde o início, e pede que o governo se posicione. “Estamos aguardando o Governo do Estado vir aqui se comprometer e dar um retorno para a população. O que não pode acontecer é essa falta de diálogo. O governador poderia ter se posicionado, ele sabe que a luta do povo de Rodrigues Alves por essa ponte é legítima e muito justa”, denunciou ela.

O comitê já havia divulgado a interdição da rodovia federal, e Therezinha solicita que a população também entenda esse antigo pleito da região do Vale do Juruá e apoie os manifestantes. “Essa manifestação é muito justa e precisamos do apoio do povo acreano. Estamos em busca de um diálogo e esperamos que aconteça logo”, finalizou ela.