Pular para o conteúdo
ACIDENTE

Sem fazer shows, Marília Mendonça vendeu jatinho durante a pandemia

Artistas lamentaram a morte da cantora sertaneja Marília Mendonça e outras quatro pessoas na tarde desta sexta-feira (05/11), em um acidente de avião no interior de Minas Gerais. O assunto ficou entre os mais comentados do Twitter Brasil.

Não se fala em outra coisa na tarde desta sexta-feira (05), a não ser sobre o acidente de avião envolvendo Marília Mendonça. A aeronave que levava a cantora e sua equipe caiu numa cachoeira no interior de Minas Gerais. 

Segundo informações de LeoDias, do site Metrópoles, Mendonça vendeu seu jatinho particular durante a pandemia do coronavírus, como forma de cortar gastos – já que estava sem fazer shows.

Antes do acidente, que ocorreu por volta das 15h00, a sertaneja tinha postado um vídeo nas redes sociais informando que ia fazer um show. Ela saiu de Goiânia, (GO) para se apresentar em Caratinga, em Minas Gerais

Depois da publicação deste texto, foi confirmada a morte da cantora aos 26 anos de idade.

Para o Splash, do portal UOL, a  PEC Aviação, empresa que faz transporte regular de passageiros por táxi aéreo, confirmou que ter propriedade da aeronave, mas ainda não há posicionamento oficial da empresa referente ao acidente.

Leia  a nota do Corpo de Bombeiros:

“Recebemos a chamada há pouco, por volta de 15h30, para atender ocorrência de queda de aeronave em Piedade de Caratinga em curso d”água próximo de acesso pela BR 474. Segundo informações, em princípio, haveria duas vítimas com vida no interior da aeronave, ainda não informado o quadro de saúde das mesmas. Há também um forte odor de combustível no local, mas não apresenta chamas nem há risco de submersão da aeronave. Estamos com equipe a caminho do local com o apoio do SAMU. Até o momento, não tenho nenhuma informação em se tratar do avião da cantora Marília Mendonça. Estou acompanhando a ocorrência e tentando mais informações”.