Pular para o conteúdo
eleições oab

Erick Venâncio reafirma independência da OAB/AC e compromisso com a advocacia em entrevista

Ao discorrer sobre as ideias que elaborou junto a milhares de profissionais da área por todo estado, o advogado destacou as ações voltadas para fomentar o empreendedorismo entre a advocacia, entre outros pontos

Presidente e candidato à reeleição da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Acre (OAB/AC), Erick Venâncio reafirmou em entrevista concedida na manhã de sexta-feira, 12, a necessidade de independência da entidade para defender os interesses da classe e o compromisso de novos projetos com a advocacia acreana. Ele foi sabatinado pelos jornalistas Itaan Arruda e Marcelina Freire durante o programa “Voz do Povo”, da Rádio Cidade FM, para falar sobre as ações institucionais e propostas.

Ao discorrer sobre as ideias que elaborou junto a milhares de profissionais da área por todo estado, o advogado destacou as ações voltadas para fomentar o empreendedorismo entre a advocacia; que dará mais oportunidade e segurança aos operadores do Direito, principalmente os iniciantes; o fortalecimento da qualificação profissional por meio de pós-graduações e outros, aprimoramento das ferramentas de transparência da Seccional, defesa intransigente das prerrogativas e assistência social.

“A Ordem se manifesta sempre que necessário nas questões políticas. O que não pode ocorrer é que a nossa instituição seja linha auxiliar de governos ou longa manos de oposições. Prezamos pela independência e sempre a mantivemos. A entidade tem que buscar, prioritariamente, os problemas da advocacia. E é isso que fazemos, nossas comissões trabalham de forma efetiva para melhorar a vida dos nossos pares, além de atuar em questões sociais que afetam todos nós como cidadãos”, destacou.

De acordo com o atual presidente da Seção Acre, o Plano de Gestão apresentado no processo eleitoral atende a realidade dos profissionais por ter sido elaborado ao lado deles em cada cidade do estado. “Avançaremos em aspectos como a formação continuada da advocacia, teremos uma postura mais incisiva em relação às mudanças trazida pela pandemia para a nossa classe no modo de fazer Justiça, vamos fomentar o empreendedorismo e inovação na nossa área e profissionalizar nossos pares”, falou.

Ao discorrer sobre as ideias que elaborou junto a milhares de profissionais da área por todo estado, o advogado destacou as ações voltadas para fomentar o empreendedorismo entre a advocacia,e entre outros pontos (Foto: Assessoria)

Venâncio ressaltou que interferências político-partidárias no pleito da Ordem têm prejudicado o debate propositivo às advogadas e advogados do Acre; já que muitos adversários se utilizam de notícias e perfis falsos para direcionar ataques contra o candidato, sua família e apoiadores dentro da classe. Ao ser questionado sobre os problemas que afetam a advocacia dativa, o presidente pontuou que a OAB/AC sempre trabalhou de forma altiva para defender os integrantes que atuam neste setor.

“Este é um problema complexo que vem de muito tempo, tomou grandes proporções e que a Ordem sempre esteve presente na tentativa de resolvê-lo. Tentamos com todo esforço realizar uma reforma da Lei de Dativos para que haja facilitação do recebimento dos honorários, mais transparência na nomeação dos escolhidos nas unidades, cotação orçamentária específica para pagar esses profissionais e maior celeridade nos RPV’s. Não se resolve com um estalar de dedos, envolve além da OAB/AC o Executivo e o Judiciário. Estamos buscando soluções legislativas para isso”, finalizou o presidente.