Pular para o conteúdo
Auxílio Emergencial

‘Pode acontecer uma grande convulsão social’, alerta Leo de Brito sobre a exclusão de mais de 79 mil acreanos do benefício

E, coletiva, deputado declarou que irá acionar o Supremo Tribunal Federal para obrigar o governo federal a tratar dessa situação

O tema tem que ser tratado com urgência, pois é uma situação emergencial”, enfatizou Léo de Brito (Foto: Dell Pinheiro)

Em entrevista coletiva realizada na manhã desta sexta-feira, 19, o deputado federal Léo de Brito (PT) afirmou que mais de 79 mil famílias acreanas vão deixar de ser beneficiadas pelo governo federal, com o fim do Auxílio Emergencial, que teve seu último saque liberado nesta sexta-feira, 19.

“Estou fazendo um alerta, tanto a sociedade brasileira, como a acreana que pode acontecer uma grande convulsão social com tudo isso. Estamos falando de um Brasil de mais de 25 milhões de famílias que irão ficar sem renda nenhuma, isso as vésperas do Natal. No Acre, mais de 79 mil famílias ficarão sem receber o benefício, são 300 mil pessoas que vão ficar sem renda nenhuma”, acrescentou o parlamentar.

Brito falou que irá recorrer da decisão do governo. “Faremos um requerimento ao ministro do Desenvolvimento Social para saber o que será feito por essas pessoas. Vamos entrar com uma ação no Supremo Tribunal Federal para obrigar o governo federal a tratar dessa situação. Também estou comunicando as prefeituras, secretarias de Assistência Social dos municípios e governo do Estado. O tema tem que ser tratado com urgência, pois é uma situação emergencial”, enfatizou o deputado.