Pular para o conteúdo
"evitar ressaca"

Projeto de Lei que visa reduzir horário de festas gera polêmica em Xapuri

Projeto repercutiu negativamente após vereador justificar que o texto era importante, pois era preciso evitar a ressaca da população

Proposta seria votada na terça-feira, 9, porém a vereadora Alarice Botelho pediu a extensão do prazo e a votação será enfim realizada dentro de quinze dias(Foto: Cedida)

Está causando polêmica um Projeto de Lei de autoria do executivo municipal de Xapuri, que visa reduzir em duas horas festas realizadas de quinta a sábado, e em uma hora aos domingos no município.

O texto seria votado na terça-feira, 9, porém a vereadora Alarice Botelho pediu a extensão do prazo e a votação será enfim realizada dentro de quinze dias. A polêmica em relação ao projeto se deu após a repercussão negativa de uma fala do vereador Alcemir Teodózio (DEM), presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara.

Ele teria dito na tribuna da Câmara Municipal: “tem que diminuir, porque são sete dias da semana, e com festas de quinta a domingo, na segunda-feira a pessoa está de ressaca, sobrou terça e quarta, e na quinta-feira a pessoa já está apta a beber de novo. Então, como é que uma cidade vai produzir, vai se desenvolver com apenas dois de sete dias da semana para a pessoa trabalhar?”.

A reportagem do site A Gazeta do Acre tentou contato com Alcemir, mas não obteve sucesso. No entanto, o presidente da Câmara de Vereadores de Xapuri, Eriberto Brilhante, esclareceu a polêmica.

“Esse é um projeto da prefeitura. O vereador Alcemir, presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, apenas justificou que a proposta era boa, pois a abertura desses locais até altas horas reduziria a capacidade de trabalho da população que frequenta tais locais, e não sobre curar a ressaca. Ele [Alcemir] já entrou na Justiça contra quem noticiou que o projeto era de sua autoria”, disse Eriberto Brilhante.

Com a repercussão negativa em todo o Estado, o projeto deve ser reformulado para nova apreciação do plenário.