Pular para o conteúdo
nesta segunda

Policia Civil cumpre sete mandados e apreende bens na Operação Ouro Negro, que apura desvio de combustível do Iapen

Mais de dez empresários e fazendeiros foram identificados como compradores do combustível desviado, e irão responder pela pratica do crime, em conjunto com os responsáveis pelo desvio do combustível.

(Foto: Assessoria)

A Polícia Civil do Acre (PC) realizou nas primeiras horas desta terça-feira, 14, a segunda fase da Operação “Ouro Negro”, que apura um esquema de desvio de combustível do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen). Foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão na capital acreana.

De acordo com a PC, após meses de investigação, foi comprovada a existência de um esquema que desviava combustível do Iapen, o qual era revendido a empresários ao valor de R$ 1,50 mais barato que nos postos.

Com a nova fase da investigação foi possível sequestrar sete veículos que estavam em posse de receptadores do esquema fraudulento de venda de combustíveis, dentre eles um SUV modelo Hillux SW4, marca Toyota, 02 caminhões trucado, 01 caminhão ¾, 02 caminhonetes, 01 carro de passeio e 01 motocicleta.

De acordo com a autoridade policial os veículos serão, com a anuência da justiça, levados a leilão para ressarcimento ao erário público como forma de mitigar o prejuízo causado.

Mais de dez empresários e fazendeiros foram identificados como compradores do combustível desviado, e irão responder pela pratica do crime, em conjunto com os responsáveis pelo desvio do combustível.

Os dados coletados apontaram desvio de aproximadamente vinte mil litros de combustível por mês, e vinha ocorrendo ao menos desde o ano de 2018, gerando um prejuízo milionário ao estado do Acre.