Pular para o conteúdo
Cláudio Porfiro
Cláudio Motta-Porfiro é romancista, cronista, poeta e palestrante. Membro da Academia Acreana de Letras. Email: [email protected]

Degradée 

                Morena moça, humilde e pacata

                Olhos vivazes lindos de serenata

                Sonha à noite sem pular uma data

                Vai a bela em passinho de princesa.

Tom claro leve sobre meio tom

Chega ao tal marrom bombom

Está ela a bordar as cores do som

Lusco-fusco que enleva e a faz rir.

                O pálido um tanto amarelo

                Misturado ao denso caramelo

                O círculo se fecha com um elo.

                Tudo quase como na vida real.

As cores traduzem graça suave

Mas o espectro ainda é grave

Do claro tardio ao escuro quase

Resultam um vistoso degradée.