Pular para o conteúdo
Folia Caminho de Reis

Em comemoração ao Dia de Reis, grupo cênico musical acreano faz apresentações gratuitas de reisado

Grupo Estrela Altaneira busca resgatar expressões da cultura popular

Grupo acreano Estrela Altaneira realiza apresentações gratuitas do reisado “Folia Caminho de Reis”. (Foto: Grupo Estrela Altaneira)

Para resgatar elementos da cultura popular, o grupo acreano Estrela Altaneira realiza apresentações gratuitas do reisado “Folia Caminho de Reis”, em comemoração ao Dia de Reis, celebrado no dia 6 de janeiro.

A apresentação cênico musical segue um formato de cortejo e apresenta a figura dos três Reis Magos (Melchior, Gaspar e Baltazar) na noite em que visitam Jesus Cristo recém-nascido, segundo a tradição cristã. Inspirado nos reisados de Minas Gerais e com duração de 15 a 20 minutos, cerca de sete artistas buscam resgatar a essência do nascimento de Jesus, sob a direção geral de Thales Vasconcelos, diração cênica de Deusa Maria e direção musical de Thais Schwalbe.

“Queremos resgatar as expressões de cultura popular e algumas expressões cristãs também. É uma coisa que eu, particularmente, sinto falta. Dessas apresentações com mais frequência que  trabalhem a essência das datas festivas que temos. Normalmente as datas são celebradas com boemia, mas quase não se conhece mais quando surgiu ou porque é feriado”, reflete Thales, cordenador e fundador do grupo.

Cortejo mistura música e teatro em apresentação inspirada nos tradicionais reisados de Minas Gerais. (Foto: Grupo Estrela Altaneira)

A primeira apresentação da “Folia Caminho de Reis” foi no penúltimo dia de 2021, no Lar dos Vicentinos, em Rio Branco. Nesta semana, o Grupo também levou o cortejo para um restaurante da capital, e fará novas apresentações nesta quinta-feira,6, no Núcleo João Lango Moura, às 23h, e na Escola Irineu Serra, nesta sexta-feira,7.

“A Folia de Reis é um ato de cultura popolar, mas também é um ato de benficência, a gente idealizou ele para poder apresnetar para comunidades carentes e tudo foi elaborado de forma voluntária”, afirma Thales.

“Queremos resgatar as expressões de cultura popular e algumas expressões cristãs também”, afirma Thales Vasconcelos sobre o projeto. (Foto: Grupo Estrela Altaneira)

Ficha técnica: Direção e roteiro: Thales Vasconcelos; Direção Cênica: Deusa Maria; Direção Musical: Thais Schwalbe; Figurino e adereços: Renata Leão; Apoio: Byanca Nascimento – Jabuti Bumbá;

Sobre o Grupo Estrela Altaneira

O Grupo surgiu em março de 2020, fruto do projeto “Descoberta de Só”, aprovado na primeira fase da Lei Aldir Blanc, da Fundação Elias Mansour. Com trabalho musical e cênico, o “Estrela Altaneira” busca resgatar a cultura popular.

“Estamos elaborando um tipo de expressão artística que tenha seu valor estético e de arte, mas que também tenha seu valor social”, afirma Thales.

Leia também: Líderes religiosos refletem sobre 2021 e trazem orientações para 2022