Pular para o conteúdo
boletim oficial

Acre registra mais de 1.100 casos de Covid-19 nesta quarta-feira

Este é o maior número de casos registrados em um único dia, desde o registro do primeiro caso de covid-19 no Acre, no entanto, segundo a Sesacre, o aumento expressivo se dá pelo represamento de dados que foram repassados pelos municípios e foram incluídos na base de dados oficial.

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) informou ter registrado nesta quarta-feira, 19, o quantitativo de 1.172 casos de covid-19, elevando o número de casos de infecção para 91.471 em todo o estado. Este é o maior número de casos registrados em um único dia, desde o registro do primeiro caso de covid-19 no Acre, no entanto, segundo a Sesacre, o aumento expressivo se dá pelo represamento de dados que foram repassados pelos municípios e foram incluídos na base de dados oficial.

O número de mortes, por outro lado, continua estável com 1.854 óbitos em todo o Acre. Até o momento, o Acre registra 261.120 notificações de contaminação pela doença, sendo que 169.541 casos foram descartados e 108 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen). Pelo menos 86.731 pessoas já receberam alta médica da doença, sendo que 26 seguiam internadas até a divulgação do último boletim oficial.



Veja também: Com unidades de Saúde lotadas, prefeitura de Rio Branco abre drive thru para testagem de Covid-19 nesta quinta-feira

Avanço da imunização

Conforme dados do Portal de Informações sobre o Combate à Covid-19, o Estado já aplicou 1.021.379 doses de imunizantes, sendo mais de 432 mil pessoas com o esquema vacinal completo. O número de pessoas que tomaram a primeira dose é de 566 mil, enquanto 420 mil tomaram a segunda dose, e mais de 12 mil tomaram imunizante de dose única. A dose de reforço, no entanto, só foi aplicada a mais de 18 mil pessoas, conforme dados do Portal.

Desde segunda-feira, 17, os municípios acreanos iniciaram a vacinação de crianças entre 5 e 11 anos de idade. Na última sexta-feira, 14, as primeiras vacinas para este público chegaram a Rio Branco, em um voo comercial, totalizando 7,2 mil doses que foram distribuídas ainda na madrugada de sábado, 15, a 18 municípios acreanos.

segundo lote foi entregue já na segunda-feira, 17, para reforçar os estoques de imunizantes e, consequentemente, avançar nas faixas etárias do público infantil.

Na capital, Rio Branco, a vacinação infantil já está na faixa etária dos 10 anos, portanto, crianças de 10 e 11 anos podem se vacinar. Sobretudo, as crianças que tiverem de 5 a 11 anos, que tiverem comorbidades, poderão se vacinar (confira as comorbidades aqui).

Desde segunda-feira, 17, cinco Unidades de Saúde da Família ofertam a vacinação exclusivamente para o público infantil, das 08h às 12h e das 14h às 16h. São elas: Manoel Bezerra, na Cidade do Povo, Gentil Perdome, no Bairro Esperança, Mário Maia, Bairro 15, Vitória na regional São Francisco e Maria Áurea Vilela, bairro Cadeia Velha.

Enquanto isso, em Cruzeiro do Sul, segunda maior cidade do Acre, a imunização das crianças está sendo feita nas escolas, inicialmente para crianças de 10 a 11 anos.

Situação de emergência

Vale destacar que, no dia 10 de janeiro, a prefeitura municipal de Rio Branco e o governo do Estado decretaram Situação de Emergência no âmbito do município e também do Estado, devido ao aumento exponencial dos casos de covid-19 e também de síndrome gripal e Síndrome Respiratória Aguda Grave.

Desde dezembro de 2021, as unidades de saúde do Estado têm tido aumento no número de atendimentos de pacientes com sintomas de gripe, chegando a atender mais de 13 mil pacientes somente de 1º a 31 de dezembro do ano passado. O Decreto estadual também informa que há superlotação por internações referentes à síndrome gripal nas unidades do interior e da capital, com aumento na taxa de internação de até 120%.

Ambos decretos têm validade de 90 dias, podendo serem prorrogados por igual período.

error: Conteúdo protegido!!!