Pular para o conteúdo
reivindicação

Moradores do Quixadá fecham Terminal Urbano em protesto por melhorias na comunidade e falta de ônibus

Segundo os manifestantes, a linha de ônibus foi interrompida sem aviso na última sexta-feira, 7, causando prejuízos à comunidade

Protesto começou nas primeiras horas da manã desta segunda-feira, 10 (Foto: Cedida)

Moradores do ramal Quixadá, zona rural de Rio Branco, realizam desde as primeiras horas desta segunda-feira, 10, um protesto em frente o frente do Terminal Urbano da capital. Eles pedem melhorias na comunidade, como recuperação dos ramais, e ainda a retomada da linha de ônibus que fazia o trajeto para a localidade.

Segundo os manifestantes, a linha de ônibus foi interrompida sem aviso na última sexta-feira, 7, causando prejuízos à comunidade. Ainda no sábado, 8, a Prefeitura Municipal de Rio Branco informou que, a partir desta segunda-feira, 10, todas as linhas urbanas que foram abandonadas pela empresa Auto Viação Floresta serão atendidas, em caráter provisório, pelas empresas Via Verde Transporte Ltda e São judas Tadeu Ltda.

Além do Quixadá, as linhas que serão atendidas pelas duas empresas incluem outras 10:

  • 102 Taquari/Praia do Amapá
  • 105 Amapá
  • 106 Seis de Agosto/Canaã/Judia
  • 117 Belo Jardim I e II
  • 134 Baixa Verde
  • 205 Irineu Serra
  • 303 Bahia/Palheiral/Carandá
  • 304 Aeroporto Velho/Cabreúva
  • 402: Floresta/Shopping
  • 703 Wanderley Dantas

Agentes do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e da Polícia Militar do Acre (PMAC) estão no Terminal Urbano para organizar o trânsito, pois com o protesto, há congestionamento no local.