Pular para o conteúdo
condomínio juruá

Oficial de Justiça tem surto psicótico e atira contra policiais militares em Rio Branco

Segundo informações da Polícia Militar, o homem possui esquizofrenia e estaria há, pelo menos, três dias sem fazer uso da medicação adequada, o que teria causado o surto

Um oficial de Justiça do judiciário acreano, cujo nome não foi revelado, causou momentos de tensão no condomínio Juruá, na capital acreana, durante um suposto surto psicótico na noite de quinta-feira, 6. De acordo com a Polícia Militar do Acre (PMAC), a negociação levou mais de uma hora, até que os policiais conseguiram entrar na residência em que ele estava e imobilizá-lo.

O homem que, segundo informações da polícia, possui transtorno mental, estaria há cerca de três dias sem tomar a medicação adequadamente, o que teria causado o surto. Armado com uma pistola 380 e com munições, o oficial ameaçava também os policiais e chegou a disparar pelo menos dois tiros contra os PMs.

A ocorrência foi coordenada pelo Negociador Policial, major Felipe Russo, juntamente com o Time Tático da Companhia de Operações Especiais (COE), de contenção de ROTAM e de Rádio Patrulha (RP), do 3° Batalhão, que conseguiram intervir na ação.

“Uma pessoa que tem uma doença mental esquizofrenia estava em surto psicótico com arma de fogo dentro de sua residência, nos deslocamos até o local, guarnição do Bope e o Samu também (…) estava muito nervoso, durante mais de uma hora tentamos estabelecer diálogo com ele sem sucesso. Efetuou dois disparos contra a guarnição, contudo seguimos a técnica de negociação e aproveitamos uma janela de oportunidade para entrar”, disse o Major da PM Felipe Russo em vídeo publicado nas redes sociais.

Segundo o Major, o homem foi imobilizado com uma arma de eletrochoque e, com o apoio da uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), foi sedado e encaminhado ao Hospital de Saúde Mental do Acre (Hosmac) onde foi atendido pelo médico plantonista para o devido acompanhamento.

No imóvel foram apreendidas 01 pistola, com 03 carregadores, 01 maleta de transporte, 01 porta carregador, 01 coldre e 43 munições. Ninguém ficou ferido.