Acre qualifica novos servidores da Saúde em parceria com Faculdade de Medicina do ABC – Jornal A Gazeta

Acre qualifica novos servidores da Saúde em parceria com Faculdade de Medicina do ABC

Durante a Segunda Semana de Integração Científica da Faculdade de Medicina do ABC (FMABC) e do Governo do Acre, finalizada nesta quarta-feira, 5, em Santo André, São Paulo, foram apresentadas 10 novas defesas entre mestrado e doutorado. O governador Tião Viana esteve presente e participou como professor de uma das bancas nesta manhã.

As teses visam resolver questões da saúde pública, focando em problemáticas recorrentes no Acre. A exemplo da banca em que Tião Viana participou, o qual o projeto de Natália da Silva, agora cientista e doutora, trata de pacientes com diabetes tipo 2.

“É uma honra participar como examinador desta banca de doutorado. Nosso governo está formando 40 acreanos em mestrado e doutorado nesta parceria com a Faculdade de Medicina do ABC. Fizemos do Acre o estado da Amazônia com o maior número de pós-graduados por habitante (em saúde)”, afirmou o governador.

Ao realizar parceria com diversas instituições de ensino, a gestão de Tião Viana já garantiu a formação de 1.000 profissionais na área da saúde. As parcerias foram realizadas com as universidades de São Paulo (USP), Federal da Bahia (UFBA), de Brasília (UnB), Federal de Santa Catarina e Federal do Pará (UFPA). Recentemente, o governo começou uma nova parceria com a Universidade do Colorado, nos Estados Unidos, para a área do Direito, além da FMABC.

Para Luiz Carlos de Abreu, coordenador da parceria pela FMABC e professor doutor, esta foi uma “semana produtiva, de grande troca de conhecimentos, em que o senhor governador, por meio do seu lastro e conhecimento científico, corroborou e muito para finalizarmos essa apresentação com êxito”.

Ele exalta ainda a importância desta parceria para a população acreana. “Nós cumprimos com maestria aquilo que reza a publicidade da administração pública, provendo informações e formação daqueles que irão continuar labutando no dia-a-dia no estado do Acre. Oxalá, sejam capazes de prover melhoria na qualidade assistencial da população do estado do Acre”.

 

Pesquisa e conhecimento – Em um cenário pouco animador para a ciência e tecnologia no Brasil, com o governo Federal botando o menor orçamento da história para o setor, sendo o deste ano cerca de 19% menor que 2017, o governo do Acre ousa em dar a oportunidade para 40 pesquisadores darem voz ao conhecimento.

Esta parceria do governo detém investimentos da ordem de mais de R$ 1,3 milhão e representa, além da qualificação para as políticas públicas do estado, um passo importante para a instauração do curso de Medicina na região do Juruá, no Acre. A ação é executada por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), com o intermédio da Secretaria de Ciência e Tecnologia (Sect), em parceria com a FMABC e a Ufac. Foram selecionados 40 médicos e outros profissionais da saúde – 30 fizeram o mestrado e dez, o doutorado.

João Francalino, Narjara Campos, Marcos Araripe, Fabiana Martins. Fabiano Santana. Francisco Albino (Cruzeiro do Sul) e Vítor Djannaro, são os novos mestres. Lea Suzuki, Mauro de Deus e Natália Marques são os novos doutores. (Arison Jardim / Agência Acre)

Assuntos desta notícia