Alysson Bestene volta a assumir pasta da Saúde após exoneração de secretária – Jornal A Gazeta

Alysson Bestene volta a assumir pasta da Saúde após exoneração de secretária

Alysson Bestene voltou a assumir a Secretaria de Saúde após a exoneração de Mônica Feres Kanaan Machado, na última quinta-feira, 7. A nomeação de Bestene foi publicada na edição desta segunda-feira, 11, do Diário Oficial do Estado (DOE).

Conforme a publicação, Alysson Bestene vai acumular o cargo de Secretário de Estado de Relações Políticas e Institucionais com o de Secretário de Estado de Saúde, sem aumento de remuneração. O G1 entrou em contato com Bestene, mas até a última atualização desta reportagem não obteve resposta.

Bestene já esteve à frente da Saúde do estado no início do governo de Gladson Cameli, mas entregou o cargo após cinco meses de trabalho. Na época, o governador assumiu que ocorreram alguns erros no início da gestão que atrapalharam os trabalhos na Saúde, como uma politização na pasta.

Mudanças na Saúde – Além de Mônica, o secretário Adjunto Executivo, Jorge Rezende, e o chefe de Departamento de Administração da Sesacre, Julio Cezar da Silva, também foram demitidos na quinta, 7.

O coronel Marcos Sérgio da Silva Faustino Marques já tinha sido exonerado do cargo de secretário adjunto de Assistência à Saúde da Sesacre na segunda, 4.

O governador Gladson Cameli tem se mostrado infeliz com a situação em que a Saúde se encontra. No último dia 30, durante visita surpresa na Upa da Sobral, em Rio Branco, ele pediu desculpa aos pacientes ao constatar que dois médicos, que deviam estar de plantão, não estavam na unidade.

Exonerações no governo nos últimos meses – O primeiro secretário exonerado foi Raphael Luiz Bastos Júnior, no dia 24 de abril, após quatro meses à frente da Secretaria de Planejamento. O governo alegou incompatibilidade de gestão para a saída de Júnior.

A reestruturação do governo também resultou na exoneração do ex-secretário da Polícia Civil do Acre, Rêmullo Diniz, no dia 6 de abril. O delegado José Henrique Maciel Ferreira assumiu o cargo.

Além dessa saída dos secretários, o governo também trocou o comandante-geral da PM-AC. O coronel Ezequiel Bino assumiu no lugar do coronel Mário César. Após pouco mais de cinco meses no Comando geral PM-AC, o coronel Ezequiel Bino entregou o cargo.

No mês de junho, o governo anunciou a saída de Alysson Bestene, que esteve à frente da Sesacre por cinco meses.

No dia 30 de agosto, a secretária Semírames Maria Plácido Dias entregou o cargo após oito meses à frente da Secretaria da Fazenda, Indústria e Tecnologia do Acre. Menos de dez dias depois, ela reconsiderou após pedido do governador e voltou a assumir a pasta.

Assuntos desta notícia