Aparelhos celulares são apreendidos no presídio de Sena - Jornal A Gazeta

Aparelhos celulares são apreendidos no presídio de Sena

Policiais penais que atuam no presídio Evaristo de Moraes, em Sena Madureira, conseguiram evitar que materiais ilícitos fossem parar nas mãos dos reeducandos. Na manhã desta segunda-feira, 10, foram apreendidos 04 aparelhos celulares, 03 baterias e 02 carregadores.

Segundo consta, os objetos foram deixados no ‘pé da muralha’ do lado de fora, mas a estratégia seria lançá-los dentro da unidade.

Essa foi a segunda apreensão realizada no presídio de Sena Madureira em menos de 24 horas, demonstrando que os infratores que estão em liberdade não vem dando trégua à fiscalização.

Por lei, é terminantemente proibido o uso de celulares por parte dos detentos. Isso está expresso na LEP (Lei de Execuções Penais).

Um dos policiais, que optou por não se identificar, confirmou que o celular é uma arma perigosíssima nas mãos dos reeducandos, visto que, através desse meio de comunicação eles podem até mesmo ordenar execuções. (Senaonline)

 

Assuntos desta notícia