Após fuga de 26 presos, visita íntima é suspensa em presídio no Acre – Jornal A Gazeta

Após fuga de 26 presos, visita íntima é suspensa em presídio no Acre

Após a fuga de 26 presos, a visita íntima que deveria ocorrer nesta quarta-feira (22) foi suspensa no Complexo Prisional Francisco d’Oliveira Conde (FOC), em Rio Branco. O anúncio foi feito pela direção do Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC), nesta terça (21).

Dos 26 presos, sete já foram recapturados em Rio Branco, e 19 seguem foragidos. A fuga em massa ocorreu na madrugada de segunda (20). Os detentos fugiram do pavilhão L, onde cumpriam pena em regime fechado. A fuga ocorreu após um fim de semana violento com sete execuções na capital.

Em nota, o Iapen-AC destacou que a suspensão da visita é parte das ações e procedimentos que são feitos nas unidades para evitar novas fugas e garantir a segurança. A visita íntima foi suspensa apenas no FOC, onde ocorreu a fuga. Nas demais unidades prisionais do estado a visita foi mantida.

“Revistas constantes e verificação de estrutura vêm acontecendo no interior de todos os presídios do estado. A suspensão objetiva também garantir a segurança e a integridade física de servidores e visitantes”, destaca o comunicado.

O Iapen-AC frisa ainda que os policiais penais estão empenhados nas revistas nos presídios e também na captura dos foragidos. O instituto esclarece também que a suspensão da visita foi informada para o Poder Judiciário.

Para escapar do presídio, os detentos fizeram um buraco na parede da cela e improvisaram cordas com lençóis. Os presos são da facção criminosa denominada Bonde dos 13, aliada ao Primeiro Comando da Capital (PCC), que atua em vários estados brasileiros.

Após a fuga, a Polícia Rodoviária Federal do Acre e militares do 4° BIS do Exército Brasileiro reforçam as barreiras policiais nas rodovias federais na capital e do interior do Acre.

Em coletiva, o secretário de Segurança em exercício, Ricardo dos Santos, não descartou uma possível ligação entre a fuga em massa no Complexo Penitenciário Francisco d’Oliveira Conde e o caso dos 76 detentos que fugiram de um presídio no Paraguai, no domingo (19). (G1/AC)

Confira os nomes dos que seguem foragidos:

  1. Francisco Santos Braga
  2. Rogério Furtado dos Santos
  3. Ariclene Firmiano da Silva
  4. Dheyci de Angelo Lima e Lima
  5. Aloísio Lucas Mesquita
  6. Mirleson Nascimento da Silva
  7. Saymon Wallace Fonseca do Nascimento
  8. Valber de Aguiar Morais
  9. Anderson de Souza Alves
  10. Raimundo Nonato dos Santos Fonseca
  11. Jaciel Batista do Nascimento
  12. Wellington de Souza Lima
  13. Lucas Souza da Silva
  14. Joel Menezes de Queiroz
  15. Francisane Rocha Ribeiro
  16. Ronicley Ribeiro da Silva
  17. José Valdenes Viana da Silva
  18. Gerilto Caetano da Silva
  19. Sebastião Weverton Lima de França
Assuntos desta notícia