Após recurso do MP-AC contra prisão domiciliar, ex-coronel do ‘crime da motosserra’ volta ao presídio – Jornal A Gazeta

Após recurso do MP-AC contra prisão domiciliar, ex-coronel do ‘crime da motosserra’ volta ao presídio

Após o Ministério Público do Acre ajuizar um recurso contra a liminar que manteve a prisão domiciliar do ex-deputado federal Hildebrando Pascoal, de 66 anos, ele voltou ao presídio, na noite desta quinta-feira (12), em Rio Branco. A informação foi confirmada, nesta sexta (13), pelo Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen).

Conforme o diretor-presidente do Iapen, Lucas Gomes, Pascoal está em uma cela adaptada na unidade de Regime Fechado 2, no presídio Antônio Amaro e deve passar por avaliação médica ainda nesta sexta.

Pascoal é acusado de liderar um grupo de extermínio que atuou no Acre durante a década de 90. A liminar que manteve a prisão domiciliar do ex-coronel do “caso motosserra” foi de uma juíza plantonista.

O G1 entrou em contato com a advogada do ex-coronel, Fátima Pascoal, mas ela informou que não tem autorização para comentar sobre o caso.

“Ele foi colocado em uma cela adaptada, em razão da saúde que está bastante debilitada. Inclusive, chegou sendo carregado pelos seus familiares, com dificuldade para se locomover. Ele está sob nossa custódia, mas a gente acredita que não deve ficar muito tempo por lá, deve passar por avaliação médica nesta sexta [13]. A gente acredita que ele seja internado em decorrência da situação da saúde”, disse Gomes.

Assuntos desta notícia