Assessor da presidência do Sistema Fecomércio-Sesc-Senac/AC explica benefícios do cadastro positivo – Jornal A Gazeta

Assessor da presidência do Sistema Fecomércio-Sesc-Senac/AC explica benefícios do cadastro positivo

O assessor da presidência do Sistema Fecomércio-Sesc-Senac/AC, Egídio Garó, se manifestou na manhã desta sexta-feira, 12, acerca do cadastro positivo – um banco de dados que apresenta o histórico de pagamentos realizados pelos consumidores. O objetivo da medida, que obteve mudança sancionada no último dia 8, é incentivar as relações de consumo.

A partir de agora, todos passam a participar automaticamente do banco de dados, muito embora os consumidores possam pedir a exclusão dos dados. Garó explicou que a facilidade traz concessão de crédito e, consequentemente, aumento no volume das vendas. “Principalmente daqueles bens de capital que representam um valor maior, cujo consumidor necessite de um financiamento. Neste sentido, deve ampliar e facilitar os negócios”, disse.

A Lei relacionada ao cadastro positivo é de 2011 e, antes da nova sanção, só era possível ingressar ao benefício com a autorização do consumidor. “Hoje, não mais. O bom pagador é incluído no cadastro, mas dispõe de decisão própria para solicitar a exclusão no banco de dados, assim como pode acessar todas as informações que estão contidas nele”.

Além disso, uma vez centralizados os dados, cria-se uma melhoria no score de pontuação que, segundo o assessor da presidência, seria a quantidade de pagamentos bons e ruins, incluindo adimplência e inadimplência e comprometimento com a renda. “Para quem negocia e trabalha com crédito como moeda, a medida tende a facilitar e promover os comércios”, enfatizou.

O cadastro positivo entra em vigor em 90 dias, contando do último dia 8. “Queremos que tragam melhorias e impactos positivos, incentivando bons pagadores e, da mesma forma, empresários, que tem de ter as contas em dia e cumprir com suas obrigações”, finalizou.

Assuntos desta notícia