• ARTIGO – E tudo é muito

    Vocês assistiram a AmarELO – É tudo pra ontem? O documentário foi lançado em dezembro último e está no catálogo da Netflix. Uma preciosidade, assistam. Muitas cenas e falas marcantes. Ontem, lembrei com força de uma delas, quando na música Nóiz, se escuta repetidas vezes:...

  • ARTIGO – Crescemos todos

    Falei pra vocês das minhas batatas, não falei? Conto rapidinho pra quem perdeu. Vi uma matéria no fim de novembro que ensinava a plantar vários legumes, entre eles, as batatas. Comecei naquele dia mesmo. A coisa toda é impressionante. Você coloca uma batata doce inteira...

  • Artigo: Bora de novo?

    Não frequento manicures há muitos anos. Nenhuma restrição aos profissionais da área e muito menos às unhas pintadas que sempre achei lindas. Sabe o que me fez parar? A cena do pé no colo da moça, mais ainda a cena em que há duas moças...

  • ARTIGO: A plenos pulmões

    “Passei dezembro inteiro com o nariz tão congestionado, que na meia noite do dia 31, só me veio à cabeça uma única promessa: que eu valorize cada respiraçãozinha este ano. Enquanto durmo, faço exercício, leio, me divirto na internet, vivo. É simples, pouco até, mas...

  • ARTIGO – Outras férias

    Cancelamos as passagens do janeiro pernambucano. Ponto. Agora, em janeiro mesmo, completamos – as meninas e eu – um ano sem encontrar a minha mãe, meu pai, minha irmã e as crianças dela, os tios, os primos e o mar de Boa Viagem. A casa...

  • Artigo: Não toque em nada

    Dentista, ver se os óculos ainda servem, visitar tio Nando, “tem que ir, é teu padrinho”, fazer uma aulinhas de matemática, o boletim tá bom, mas não tá ótimo. Todo julho e janeiro, igualzinho. E eu doida pra passar o dia à toa, usar as...

  • ARTIGO – Um minutinho da sua atenção, por favor

    Problematizadores do meu Brasil, não venho em missão de paz. Estou aqui para propor uma reflexão raivosa sobre o uso – ou seria abuso – do  verbo ajudar. E vou logo dizendo, ando cansada dele. Ocorre que o hype agora é usá-lo para se referir...

  • ARTIGO: Falta de gente

    Marcamos às 8h. Em ponto, ela disse antes de desligar o telefone. A confirmação do horário, uma pausa pequena e a ameaça do “em ponto”. Isso desde 2000, quando passei a frequentar a mesma casinha branca e azul da Ferreira de Araújo.  Primeiro porque ficava...

  • ARTIGO: Não temos nada a ver com isso

    Já contei que mudei, não foi? Mudei. Deu um trabalho horroroso achar um lugar que fizesse sentido. Pensei que tinha encontrado o lugar do sentido duas vezes antes de assinar o contrato deste aqui, de onde escrevo agora. Chorei nas duas quando recebi o telefonema...

  • ARTIGO – Morde assopra

    Lembrou de manhã, logo cedo, que exatamente hoje completava sete meses no emprego novo. E por novo, entenda, no primeiro. A vontade sempre fora de trabalhar fora, ter seu próprio dinheiro. Deixar de tem que. Odiava ser criança e depender financeiramente do pai desde, sei...