Coluna Beth News – 28/02/2020 – Jornal A Gazeta

Coluna Beth News – 28/02/2020

Que tal um ecossistema só pra você? Embora tenha cara de mini jardins do futuro, eles datam de séculos passados. São da época Vitoriana. Em Rio Branco, uma loja especializada com terrários de todos os tamanhos. Veja a reportagem com Ingrid Mendonça no meu IG. @beth_news

O casal Fernando e Isabelle Maia está feliz da vida no aniversário da filha Lívia. Happy Birthday!

Lívia com os pais e os avós maternos e paternos e o tio Enzo Araújo.

O “Bloco Unidos do Fuxico” foi, pela segunda vez, campeão do Carnaval 2020 de Rio Branco, para a alegria do presidente da agremiação, Welington Fraga.

Acompanhando seus pequenos foliões, Fabíola Pinheiro e Ana Sofia Vasconcelos.

Meyre Manaus e Patrícia Dossa com seu pequeno folião no “Bloquinho da Mamys”.

News

* Na globalização da indiferença que atinge nossa sociedade qual nosso grau de compaixão e cuidado com o próximo. Esse foi o gatilho da campanha da fraternidade: um convite para valorizar a vida e o amor ao próximo, “Fraternidade e vida: dom e compromisso”.

* Hoje, 28, será inaugurado o Royal Restaurante & Gastrobar, agora sob a direção de Lázaro Pessini. Um coquetel com apresentação dos drinks será servido bem como o cardápio, a convidados e imprensa.

*Equipe responsável pela limpeza da capital acreana recolheu cerca de 30 toneladas de lixo nas cinco noites de Carnaval. Os materiais mais recolhidos durante o período foram plásticos e latas, e os locais onde havia maior concentração de resíduos, foram no Carnaval do Novo Mercado Velho, centro e bairro Vila Ivonete.

* A identificação do paciente zero com o novo coronavírus no Brasil ―termo usado para descrever a primeira pessoa infectada por uma determinada doença viral― impulsionou a criação de uma rede de ações coordenadas para evitar uma rápida propagação do vírus no país.

* As autoridades de saúde e pesquisadores brasileiros começaram a traçar o padrão de comportamento do coronavírus num país tropical, algo ainda inédito. E esperam que a possível disseminação dele no brasil seja mais lenta do que nos países do hemisfério norte por conta do verão, quando há temperaturas mais elevadas, um ambiente adverso ao coronavírus, e quando as pessoas tendem a ficar menos juntas em locais fechados que no inverno.

Também se prepara para disponibilizar máscaras e outros insumos em unidades de saúde de todos os estados, se antecipando ao provável aumento da demanda.

 

Assuntos desta notícia