Coluna Política Local – 03.01.2019 – Jornal A Gazeta

Coluna Política Local – 03.01.2019

Labuta

Depois de uns dias de recesso, voltamos à programação normal. E o primeiro dia do ano foi marcado pela posse do novo governador do Acre, Gladson Cameli (PP). O jogo começou, e caberá ao progressista colocar ordem na casa. Trabalho árduo e espinhoso, portanto, nada de esperar elogios. A princípio, apenas cobrança.

Nada de corrupção

O primeiro discurso de Gladson foi firme. E tratou logo de avisar a toda a sua equipe que não irá aceitar atos de corrupção ou envolvimento em escândalos. Nada de sujar a imagem do novo governo.

Orçamento 2019

Gladson terá um orçamento de R$ 6,3 bilhões e muitos desafios nesse primeiro ano de gestão. Faz certo ao cobrar do primeiro escalão proatividade e resultados positivos. Rejeitar atos de corrupção ou envolvimento em escândalos deve ser a palavra de ordem desse novo governo.

Está bem

Com relação à Assembleia Legislativa, Gladson tem vantagem. Primeiro, por ter ampla maioria, isso já lhe garante governabilidade. Segundo, porque o próximo presidente da Casa do Povo será o progressista Nicolau Junior (PP).

Primeiro ato

O primeiro ato de Gladson Cameli como governador foi dar posse aos novos secretários que irão compor o primeiro escalão do governo. Aos novos ocupantes dos cargos o progressista pediu que fossem corajosos, honestos, criativos, humildes, realistas, intensos, otimistas, acessíveis, humanos, parceiros, líderes e tementes a Deus.

Boa sorte

A Coluna deseja ao novo governo, bem como toda a equipe, muita sorte nessa nova empreitada. Que Deus dê sabedoria a todos para conduzir com maestria todas as decisões. E que o bem-estar da população seja sempre prioridade.

Novo Presidente

Jair Bolsonaro também tomou posse como presidente da República. Em seu primeiro discurso, disse que irá trabalhar para aprovar as reformas estruturantes para ajudar na retomada da economia brasileira, e que conta com o Congresso para fazê-lo.

Reformas

“Vou lutar para aprovar reformas estruturantes essenciais para a saúde financeira e sustentabilidade das contas públicas (…) Na economia, traremos a marca do livre mercado e da eficiência. Montamos uma equipe técnica, sem o tradicional viés político”, disse Bolsonaro.

Críticas

O novo presidente ainda criticou gestões anteriores, dizendo que sua irresponsabilidade “nos conduziu à maior crise política e moral da história” e disse querer combater “práticas nefastas”. Ele ainda ressaltou que o pacto nacional entre os três poderes é essencial nesta tarefa.

Protetor da democracia

Bolsonaro, que foi associado por críticos a possíveis condutas antidemocráticas, disse que uma de suas prioridades é proteger e revigorar a democracia. “Começamos um trabalho árduo para o Brasil iniciar um novo capítulo da sua história”, pregou. “Trabalharei para que o país encontre seu destino e se torne a grande nação que queremos.”

Serão diplomados I

A ministra Rosa Weber, presidente do TSE, derrubou a liminar do Pleno do TRE/AC que impedia a diplomação do deputado federal eleito Manuel Marcos e da deputada estadual reeleita Juliana Rodrigues, ambos do PRB. Em sua decisão, a ministra ressaltou que “não vislumbrava a possibilidade de antecipação dos efeitos do juízo condenatório decorrente de ação de investigação judicial eleitoral”.

Serão diplomados II

Com a decisão, os dois parlamentares serão imediatamente diplomados e poderão ser empossados nos respectivos cargos a partir de fevereiro, respondendo o processo durante o mandato.

Na disputa 

O deputado eleito Roberto Duarte (MDB) confirmou que deseja disputar a primeira-secretaria da mesa diretora da Assembleia Legislativa. Entre outras coisas, Duarte justifica sua decisão baseado no tamanho de seu partido, que pelos corredores reclamam ter pouca participação no novo governo.

Entendimento 

Mesmo desejando o cargo, o emedebista garante que não brigará, ao contrário, pretende buscar o entendimento.

Independente

Engana-se quem pensou que Duarte brigaria por cargos no governo de Gladson Cameli (PP). Uma das prioridades do emedebista é a independência no mandato.

De boa

Quem entrou 2019  com o pé direito foi o prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro (PP). Honrou os compromissos com os servidores municipais e pagou salário e 13º  em dia. Sem falar que elegeu toda a mesa diretora da Câmara.

Feliz 2019

Feliz Ano Novo, caros leitores. Que Deus proporcione a cada um de vocês um ano repleto de bênçãos. E que possamos avançar cada dia mais, crescendo pessoal e profissionalmente. Um 2019 extraordinário a todos.

Anônimo feliz

Por falar em 2019 extraordinário, quem deve estar feliz mesmo é o acreano que conseguiu a proeza de acertar os seis números da Mega da Virada. Levou uma bolada.

Assuntos desta notícia