Coluna Política Local – 26.07.2019 – Jornal A Gazeta

Coluna Política Local – 26.07.2019

Louvável
Iniciativa louvável a do deputado federal Manuel Marcos (PRB/AC) de pedir ao ministro da Justiça, Sergio Moro, a instalação de uma delegacia da Polícia Federal em Plácido de Castro. Apenas Rio Branco, Cruzeiro do Sul e Epitaciolândia têm postos da PF. Resta saber se o ministro vai atender.

Em Manaus
O governador Gladson Cameli (Progressistas) cumpriu agenda ontem, 25, em Manaus, ao lado do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e governadores da Amazônia. Na pauta, o desenvolvimento da região com apoio da Zona Franca de Manaus (ZFM).

Isolamento
Gladson Cameli disse que os Estados da Região Norte sofrem com o isolamento não apenas geográfico, mas também social, tecnológico e político. O governador disse a Bolsonaro que é necessário incluir a Amazônia em uma agenda de país.

Floresta de pé
Cameli destacou que é necessário manter a floresta de pé, entretanto, também é necessário buscar o desenvolvimento regional. Falando o que Bolsonaro queria ouvir, o governador acreano criticou os organismos internacionais que defendem a preservação dos biomas.

Na íntegra
“Muitas vezes para satisfazer discursos vazios, criados em gabinetes confortáveis ao redor do mundo, quando abrimos mão de utilizar nossos recursos naturais que poderiam minimizar o sofrimento de uma população que ainda carece dos cuidados básicos”, pontuou Cameli.

Uma verdade
A verdade é que a Zona Franca de Manaus nunca trouxe benefícios para a região amazônica. As ações da Suframa são mínimas nos demais Estados. O Amazonas, sobretudo a capital Manaus, é a mais beneficiada pela Zona Franca. O resto é só discurso.

Na moita
O ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales (MDB), já está na espreita. Disse que, caso a Justiça acate a decisão do juiz eleitoral Erik da Fonseca, o MDB tem dois nomes disponíveis para uma eventual nova eleição ainda este ano em Cruzeiro. O filho dele, Fagner Sales, e Jonathan Donadoni compõem a lista.

Não aceita
Vagner Sales não aceitou ainda a saída de Ilderlei Cordeiro do MDB para o Progressistas. Recentemente, foi contrário à tomada de um empréstimo pela Prefeitura de Cruzeiro do Sul para pavimentar ruas. Os vereadores aprovaram a captação do recurso.

Já estão em campo
Na entrevista concedida ao portal Notícias da Hora, Vagner Sales deixou nas entrelinhas que o seu pessoal já está em campo, ciente de que Cruzeiro do Sul passará por uma nova eleição. Esperar para ver.

Visual novo
O deputado Neném Almeida volta para o segundo semestre na Aleac de visual novo. Com cara de árabe, ele adotou o estilo Alan Rick (DEM). Deixou a barba crescer, aquele ar de mais seriedade que a barba traz.

Em stand by
O líder do governo na Aleac, deputado Luís Tchê (PDT), está em stand by, esperando o segundo semestre. Ele quer se preparar porque a oposição promete vir com chumbo grosso, no bom sentido, é claro. Pretende engrossar o caldo, como diz no bom acreanês.

Sereno
No tempo em que esteve na liderança, pouco mais de 3 meses, Tchê conseguiu organizar a casa, colocar todos no seu lugar. Como ele mesmo diz: “ser líder é como uma mãe que primeiro acomoda os filhos”. Conseguiu aprovar projetos importantes, não bateu de frente, foi mais conciliador. O que esperar, agora?

Sena, lá vou eu!
O deputado Gehlen Diniz (Progressistas) parece ter levado a sério a ideia de disputar a eleição para prefeito de Sena Madureira. Ele já está no seu segundo mandato na Aleac. Ainda é cedo para afirmar, mas parece que a disputa tornou-se questão de honra.

Não se bica
Ele e o prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim (MDB), não se bicam. Ambos estão bem avaliados. Gehlen foi reeleito com o dobro de votos, enquanto que Mazinho conseguiu eleger a esposa, Meire Serafim, à deputada estadual.

“Vixe”
O vice-governador Major Rocha (PSDB) não aprovou a ideia do ex-vereador de Plácido de Castro, Franscico Holanda, de ser candidato a prefeito do município, hoje administrado pelo tucano Gedeon Barros. Ao saber da notícia, Rocha teria dito: “vixe”.

Assuntos desta notícia