Coluna Política Nacional – 12.01.2019 – Jornal A Gazeta

Coluna Política Nacional – 12.01.2019

Villas Bôas vai ficar no governo, ligado ao GSI

O general Eduardo Villas Bôas, que transmitiu o comando do Exercito Brasileiro nesta sexta-feira (11), aceitou o convite do presidente Jair Bolsonaro para permanecer num cargo da nova administração, como esta coluna adiantou com exclusividade ontem. O general, que assumiu o Exército em 2015, vai integrar um gabinete ligado ao GSI do general Augusto Heleno, que servirá como uma espécie de “Estado Maior”, um conselho da República de conselheiros do presidente da República.

Gabinete de conselheiros

Apesar de ainda não existir oficialmente, o gabinete de conselheiros é uma ideia que circula entre membros do governo desde a campanha.

Integrantes

Militares além de Heleno e Villas Bôas devem integrar o conselho; o ministro general Santos Cruz e o vice-presidente Hamilton Mourão.

Convite pessoal

Interlocutores confirmam que o convite foi feito pelo próprio presidente da República, Jair Bolsonaro. E o grupo será seletíssimo.

Recuperação da imagem

O general gostaria de posição onde possa ajudar a redimir a imagem dos militares, “muito prejudicada pelo PT”, dizem fontes próximas.

‘Chicago boys’ podem usar modelo de IR dos EUA

Uma das possíveis mudanças em estudo pela equipe econômica do governo Bolsonaro é criar mais faixas de contribuição no Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF), como acontece nos Estados Unidos. Hoje, o IRPF tem quatro faixas no Brasil, variando de 7,5% a 27,5% para quem ganha mais de R$ 55,9 mil por ano. Nos EUA, quem ganha esse valor paga só 12%. E ainda há outras cinco faixas, até 37%, para quem ganha mais de US$ 500 mil por ano, cerca de R$ 1,9 milhão.

Ricos pagam mais

Os EUA têm três alíquotas acima da máxima brasileira: 32% para quem ganha até R$ 740 mil; 35% para até R$ 1,9 milhão e 37% acima disso.

Não agradou

O ministro Paulo Guedes (Economia) não desistiu da simplificação com apenas três faixas e isenção maior, mas a ideia tem sido criticada.

O feito

O ministro Onyx Lorenzoni (Casa Civil) também falou em redução de impostos e afirmou que “o feito” seria baixar a carga tributária para 25%.

Modismo relâmpago

Uma semana depois parece ter passado a indignação entre jornalistas e analistas com a frase da ministra Damares sobre vestes de meninos e meninas. As jornalistas, principalmente na TV, já pararam de vestir azul.

O tempo não perdoa

Impressionou até o petista mais fanático a cabeleira grisalha de José Eduardo Cardozo, em visita a Lula. Dois anos após o impeachment, a profusão de cabelos brancos parece a do megalonanico Celso Amorim.

Batalha

É batalha aberta na autarquia do Ministério da Educação: o presidente do FNDE, Carlos Decotelli, descobriu através do Diário Oficial que 10 dos seus funcionários foram demitidos entre quinta e sexta-feira (11).

Nada bem

Entre técnicos e assessores de administrações passadas, foram exonerados do FNDE servidores de carreira levados pelo presidente atual do órgão para “liderar” o trabalho. O PT ainda é forte no FNDE.

Viagem ao 4º mundo

Quem achar um civil no gabinete do vice-presidente, general Hamilton Mourão, ganha uma viagem para o Haiti. Somente nesta sexta-feira (11) o Diário Oficial publicou a nomeação de 27 militares.

De um lado ao outro

O PSL de Jair Bolsonaro representa quase um quarto de todos os votos que Rodrigo Maia teria atualmente para presidente da Câmara. Mas em 2017, quando se elegeu, Maia tinha apoio de quase metade do PT.

Condenação em 2ª instância

O plano do ministro Sérgio Moro (Justiça) é a equipe do governo avaliar todo o texto do novo Código de Processo Penal em dois meses. Um dos pontos que deverá constar no novo CPP é a previsão em lei da realização de prisão após condenação em segunda instância na Justiça.

A mais cheirosa

A deputada Joice Hasselman (PSL-SP), a federal mais votada do Brasil, ainda não pode ser avaliada pela atuação parlamentar. Mas no Planalto é notada pela qualidade do perfume e das roupas que usa.

Pensando bem…

…o governo já mudou, já a política…

Assuntos desta notícia