Com programação diferenciada, Amazon Sat expande a sua cobertura na região – Jornal A Gazeta

Com programação diferenciada, Amazon Sat expande a sua cobertura na região

Amazon Sat é um  canal  temático brasileiro especialmente focado na Amazônia. É um canal de televisão digital distribuído por satélite. Uma empresa do Grupo Rede Amazônica de Rádio e TV, que é composta de mais 5 emissoras de TV: TV Amazonas, TV Rondônia, TV Roraima, TV Acre e TV Amapá, todas afiliadas à Rede Globo.

O objetivo principal é ser ‘a cara e a voz da Amazônia’, levando as riquezas da região por meio da sua cultura, do seu povo e da sua tradição. No Acre, o Amazon Sat expandiu na região, divulgando o Estado no Brasil o que há de bom e positivo, mostrando uma programação diferenciada. Você pode ver toda a programação no canal 31 UHF.

De acordo com Senildo Melo, supervisor de jornalismo do Amazon Sat, o conteúdo do canal é abrangente e tem outra abordagem. “O Amazon Sat já existe há 17 anos e como empresa constituída há 7 anos. Embora faça parte do grupo Rede Amazônica, tem um diferencial muito grande. Somos geradores de conteúdo, produzimos 90 programas na nossa grade de programação. Fazemos uma média de 7 horas ao vivo por dia e temos autonomia de entrar ao vivo a qualquer momento, na nossa grade de programação, com qualquer informação relevante”.

Além do Brasil, outros países também podem acompanhar a programação do canal. “O Amazon Sat nasceu com o ideal de levar informações e o conteúdo feito por pessoas da região, com o olhar e enfoque regional, para mostrar o que não é visto nas grandes emissoras de TV. Aqui conseguimos divulgar a Amazônia, seja no turismo, negócios, entretenimento e jornalismo, iniciativas sustentáveis e contribuindo para que a nossa região seja vista pelo Brasil e mundo. Temos abrangência em toda a Amazônia, no Brasil e em mais 89 países. Temos uma grande responsabilidade no conteúdo gerado. Hoje o Amazon Sat tem 5 afiliadas no Acre. Em 2013, iremos ter filiais em Mato Grosso, Tocantins, Belém e São Luis”, explicou o jornalista.

Vários investimentos são rea-lizados para levar a melhor qualidade de imagem ao público. “Tínhamos um problema no nosso transmissor. Ele tinha menos de 1kw de potência. Não conseguia atingir muito bem a cidade. Foi realizado um investimento de R$ 1,2 milhão há 3 meses e instalamos um transmissor novo, com a melhor qualidade de imagem. Agora temos 5kw de potência, transmitindo para 12 municípios em todo o Estado. A nossa ideia é de abranger os 22 municípios até o final de 2013. Hoje somos uma das poucas emissoras que fazem a convergência de mídia. Geramos o conteúdo e distribuímos em várias plataformas, onde as pessoas podem nos assistir em um tablet, telefone celular e pelas redes sociais. A grande inovação é o Live-U. É uma evolução tecnológica, que usa a tecnologia 3G. Onde tiver, conectamos a câmera nesse aparelho. Enviamos o sinal para Manaus e entramos ao vivo de qualquer local da cidade. A qualidade é ótima. Ele não é vendido. É locado e custa 4 mil dólares por mês. É um grande investimento, mas que traz resultados”, frisou Senildo.

Novidades na programação poderão ser vistas em breve. “Vamos participar na 2ª fase da Expedição Interoceânica e faremos um documentário sobre viagens pela Amazônia. Em janeiro contrataremos um núcleo de produção, com cinegrafista repórter que irão produzir um programa sobre o Acre, com 30 minutos de cultura, turismo e diversidades do nosso Estado. Hoje temos 10 colaboradores, em 2 equipes de jornalismo”.  

Os interessados em ter parceria com o Amazon Sat podem entrar em contato com Senildo. “Recentemente contratamos um executivo de vendas para poder fechar parcerias e divulgar mais o canal. Quem desejar ser nosso parceiro pode ligar no (68) 8111-3302 ou (68) 3228-1765”.

Assuntos desta notícia