Comércios e casa incendeiam no centro de Cobija na Bolívia – Jornal A Gazeta

Comércios e casa incendeiam no centro de Cobija na Bolívia

Dois antigos comércios e uma casa de madeira localizados no centro da cidade de Cobija, capital do Departamento (Estado) de Pando, lado boliviano, incendiaram na noite deste domingo, dia 20, levando pânico aos moradores e proprietários de outros comércios.

A coluna de fumaça podia ser vista do lado brasileiro e teve início por volta das 17h30, já no final do dia. Homens do corpo de bombeiros de Cobija e do 5º Batalhão do Alto Acre e caminhões pipas particulares do lado brasileiro foram acionados para combater as chamas que rapidamente tomou conta dos comércios.

Pessoas ainda tentaram salvar alguns dos produtos existentes dentro dos comércios e da casa. Curiosos lotaram as ruas do centro da cidade, enquanto outros tentavam ajudar de alguma forma, até mesmo com baldes de água já que toda forma para combater as chamas.

Segundo um dos policiais que estava no local, se acredita que um curto tenha sido o principal motivo do incêndio. A madeira velha e bastante seca ajudou na propagação do fogo que consumiu os dois comércios e a casa existente na rua do fundo.

Graças as construções em alvenaria feitas na Avenida nos últimos anos, muitas das lojas que eram de madeira deixaram de existir para dar lugar a prédios novos, o que evitou que as chamas se propagassem.

Recentemente, o governo boliviano adquiriu dois novos caminhões de combate ao incêndio, o que ajudou muito. Antes, se contava com ajuda somente do Corpo de Bombeiros do 5º Batalhado do Alto Acre.

Em tempo, este seria o quarto incêndio ocorrido na cidade de Cobija registrado nos quatro últimos anos. O mais trágico foi no mercado popular existente próximo ao quartel militar, onde 12 lojas foram destruídas em 2009.

Somente pela parte da manhã desta segunda, dia 21, será possível ver o tamanho do estrago causado pelo incêndio e o prejuízo causado aos proprietários. (Texto e foto: Alexander Lima/ O Alto Acre)

incendio

2

Assuntos desta notícia