Culto à beleza: vaidade ou autoestima? – Jornal A Gazeta

Culto à beleza: vaidade ou autoestima?

O culto pelo padrão de beleza perfeita, leva à popularização das cirurgias plásticas pelo público feminino e também masculino. Para as mulheres há um padrão de beleza  imposto desde a infância pelos brinquedos como boneca Barbie: loira de cabelo liso, branca, alta, magérrima, cintura fina; Na fase adulta as pessoas continuam a serem bombardeadas  pelos meios de comunicação, que trazem uma beleza padronizada, de modelos anoréxicas, altas, brancas, cabelos lisos, rosto e corpos perfeitos.

A população brasileira tem origem através de uma miscigenação de povos; os indígenas, africanos e europeus. Com essa miscigenação é difícil estabelecer somente um padrão de beleza. Muitas vezes as mulheres recorrem à cirurgia plástica por acharem que o seu busto é muito pequeno, ou o contrário, e isso é somente uma questão da genética a qual determinou o seu biotipo.

 Mas a mulher não aceita esse biótipo, e acaba recorrendo a inúmeras cirurgias plásticas, que oferecem riscos a sua vida, sem contar a insatisfação, a baixa auto- estima, que vem do seu interior. Elas se vêem assim feias, fora dos padrões, quando na realidade, não temos esse padrão.  Essa tem sido uma das causas, das inúmeras cirurgias plásticas, que colocam a vida dessa mulher em risco, e nem sem melhoram esse baixo auto-estima.

Então, essa geração do século XXI é exigente em termos de padrões de beleza. E essa responsabilidade de cuidar e manter a  beleza do corpo é tarefa de grandes cirurgiões plásticos. Aqui, neste artigo, indica-se um grande profissional nessa área médica: o Dr. RONALD ARCE ALATRISTA, que poderá ser contatado pelo WathsApp +591 73153004. Super indico, o conheço há mais de 20 anos, assim como toda sua família, em especial a Dra. Adriana, que é minha filha de coração, médica em São Paulo.

Na cultura brasileira é como diz o poeta Vinícius de Moraes, “a beleza é fundamental”. Tanto interna quanto externa. Isso porque sentir-se bem com o corpo  gera um bem-estar na pessoa, maior alegria e, consequentemente, mais felicidade. Assim, a preocupação com a beleza estética está visivelmente presente na vida humana. Segundo uma pesquisa, 85% das pessoas cuidam da beleza como um hábito rotineiro. Entre as mulheres, esse índice é de 91%. Dados que justificam o crescente número de clinicas de estética. Em proporção a este crescimento, desenvolvem-se novas técnicas e preços mais acessíveis às pessoas. No Brasil, esses procedimentos são caríssimos. Mas no país vizinho (50 minutos de vôo direto, saindo de Cobija – terça e sexta), na cidade de Santa Cruz de la Sierra, essas intervenções cirúrgicas ganham preços atraentes e populares.

No Acre, há grande corrida de homens e mulheres para Santa Cruz de la Sierra, e dessa corrida está havendo muito exploração e o surgimento de clínicas clandestinas e “médicos suspeitos”, que atuam de qualquer forma, por preços ínfimos, sem nenhum cuidado com o paciente. Visam tão somente o dinheiro. E aquelas pessoas ingênuas procuram pelo mais barato e não pelo melhor. Ali há “gaviões” ávidos por presas. Toda atenção e cuidado é pouco por parte de quem se dirige ao lugar. O barato pode sair muito caro. Pode, também, custar a vida. Então, aqui está uma indicação segura, para que as pessoas não sejam iludidas por “maus profissionais” ou por “coyotes” que catam, nos aeroportos, as presas.

Dito isso acima, objetiva-se, neste artigo, recomendar, às mulheres e homens acreanos, um grande cirurgião em estética: Dr. Ronald Arce Alatrista. Esse médico é um profissional altamente capacitado, zeloso, cuidadoso e um ser humano inigualável. Ele realiza procedimentos que são verdadeiras obras de arte, tamanha a perfeição de seu trabalho médico. Recebe pessoas de várias partes do mundo. É considerado “mãos de ouro”, isso porque torna belo os corpos e os rostos nos quais realiza os procedimentos estéticos. Está atualizado com o que há de moderno e seguro no mundo da cirurgia plástica, quando realiza cursos regulares em São Paulo, Rio de Janeiro, Argentina, Estados Unidos.

Esse grande profissional trabalha na Clínica SIRANI (guardem bem o nome e o telefone que podem contatá-lo (forma gratuita, via WhatsApp – 591 73153004). Ali possui equipado consultório médico onde estão expostos os diplomas e os certificados para oferecer credibilidade e confiança aos pacientes. Também cuida dos pacientes em hospedagem, alimentação e medicação, com visiatas a qualquer tempo e hora, em apartamentos dele, com estrutura excepcional. Portanto, não se trata de um mercantilista, e sim de um artesão, um artista plástico que se formou em medicina, na área de cirurgia estética. Ele uniu sua arte à ciência, daí decorre o sucesso que consegue junto aos pacientes, nos procedimentos que realiza, todos de modo seguro, com grande habilidade e competência.

Então, todas as pessoas, aqui do Acre, que desejam seguir a tendência da vida deste século – ter o corpo dos sonhos e prolongar a juventude – devem ter cuidado ao dirigir-se a Santa Cruz de la Sierra. Fujam das clínicas que prometem o Céu, são as clandestinas, de pessoas ambiciosas que desejam somente ganhar dólares. Não possuem o diploma exigido e nem a formação completa na área médica. Fujam de quem se aproveita do boom em estética que se tornou Santa Cruz para o mundo. Este texto é um alerta à população: não caiam em mãos gananciosas e inescrupulosas de falsas promessas e milagres. Preserve sua vida e zele pelo corpo que Deus lhe deu. Se desejar fazer algum procedimento, faça com segurança e confiabilidade, com profissional de excelente formação e história médica para contar, bons exemplos para dar. Esse profissional é o DR. RONALD ARCE ALATRISTA. Ingressem no Facebook do médico — https://www.facebook.com/dr.ronald.a.alatrista?fref=ts — e falem diretamente com ele, via in box. Isso porque os “coyotes” também ”pescam” às pessoas no Facebook do médico. Então, é preciso ter cuidado para não serem desviadas já no aeroporto. Ali estão eles, os ‘gaviões’ e os “coyotes”. O caminho seguro é: Clínica Sirani, Calle Rene Moreno, nº 667. É prudente acertar tudo antes com o médico, via Facebook ou WhatsApp. Essa clínica é imensa e tem mais de 20 anos de bons serviços. Ademais, ali a pessoa encontra o melhor cirurgião plástico de Santa Cruz de la Sierra. A realização dos sonhos de beleza tem nome, endereço e segurança. Cuidar bem da vida é dever de todos. Cuidem-se, mas amem-se em primeiro lugar. Este artigo não é uma propaganda, antes um grito de alerta e recomendação às pessoas do Acre. Eu indico.

DICAS DE GRAMÁTICA

“Eu sei que vou te amar / Por toda minha vida / Eu vou te amar / Em cada despedida / Eu vou te amar / Desesperadamente / Eu sei que vou te amar / E cada verso meu será / Pra te dizer / Que eu sei que vou te amar / Por toda minha vida…” (Tom Jobim – Vinícius de Moraes)

Belíssimos versos. Perfeitos em melodia, em emoções. Jobim e Vinícius usaram as palavras para formar um conjunto harmônico com suavidade e sonoridade irrepreensíveis, mas com erros, segundo a gramática normativa.

O primeiro verso de Tom Jobim e Vinícius de Moraes, sem a licença poética, deveria ser assim escrito:

“Eu sei que te vou amar” ou “Eu sei que vou amar-te”. (Embora a segunda forma ofereça uma cacofonia (vou a marte)

Luísa Galvão Lessa Karlberg – Pós-Doutora em Lexicologia e Lexicografia pela Université de Montréal, Canadá; Doutora em Língua Portuguesa pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ; Membro da Academia Brasileira de Filologia; Membro da Academia Acreana de Letras.

Assuntos desta notícia