Deam conclui inquérito contra ex-BBB Vanderson e autua por lesão corporal leve – Jornal A Gazeta

Deam conclui inquérito contra ex-BBB Vanderson e autua por lesão corporal leve

A delegada titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), Juliana D’Angelis, confirmou a conclusão do inquérito e envio deste ao Ministério Público do Acre (MPAC) a respeito das denúncias contra o ex-BBB Vanderson Brito.

Pelo menos três mulheres acusam Vanderson Brito de importunação sexual, agressão e estupro. O caso de estupro teria ocorrido em 2016 e com isso entrou em decadência, ou seja, a vítima não denunciou o caso no prazo de seis meses quando a lei estipulava esse período para formular a denúncia. Nesse sentido, essa acusação foi retirada do processo.

Questionada, Juliana D’Angelis disse que Vanderson Brito foi autuado pelo crime de lesão corporal leve. Se condenado, Vanderson cumprir pena de três meses a um ano.

Assim que entrou no Big Brother Brasil 2019, Brito passou a ser alvo de críticas e denúncias de agressividade. A ex-namorada de Vanderson, Maíra Menezes foi uma dessas pessoas que acusaram o ex-BBB de relacionamento abusivo e agressão.

A defesa de Vanderson Brito contesta todas as acusações e diz que o cliente tem sido alvo de ataques apenas com a finalidade de prejudicá-lo. Ele foi deixou o reality após ter que prestar depoimento em uma delegacia de Jacarepaguá a pedido da Justiça. Pela regra do Programa, o brother que se ausentasse da casa seria eliminado.

De volta ao Acre, Vanderson Brito pediu calma aos fãs e destacou que estava tranquilo quanto a sua inocência diante das afirmações das denunciantes. Agora cabe ao Ministério Público do Acre acatar ou as denúncias.

Assuntos desta notícia