Deputados estaduais reclamam por ficarem de fora da partilha do Fundo Partidário – Jornal A Gazeta

Deputados estaduais reclamam por ficarem de fora da partilha do Fundo Partidário

Lourival Marques (PT)- FOTO/ AGÊNCIA ALEAC

“Falou-se tanto em financiamento público de campanha, no qual possivelmente teríamos uma participação no recurso nacional, baseado na estrutura financeira de cada mandato, mas os deputados estaduais, pelo menos do meu partido, sequer receberam algum apoio desse recurso”. A fala é do deputado Lourival Marques (PT), durante pronunciamento na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), na sessão de quarta-feira, 12, sobre a divisão do fundo partidário.

A crítica de Marques foi direcionada ao diretório nacional que, segundo ele, supostamente teria excluído os deputados estaduais à reeleição da partilha.

“Fica aqui registrada a minha indignação em relação ao diretório nacional que não estabeleceu uma cota para os parlamentares que disputam a reeleição, tendo que recorrer aos amigos e apoiadores para conduzir sua campanha. Acho que isso é uma falta de respeito e compromisso da executiva nacional com os parlamentares que lutam pelo fortalecimento do partido no Estado”.

O deputado estadual Jesus Sérgio (PDT) também comentou sobre o assunto. Segundo ele, a executiva nacional do Partido Democrático Trabalhista também não liberou recursos para os parlamentares que concorrem à reeleição.

“Esse problema não se restringe apenas ao PT. Os candidatos a deputado federal, bem como os que concorrem à reeleição no parlamento estadual do PDT também ficaram de fora. Acredito que Fundo Partidário é mais uma desigualdade dentro do processo eleitoral que já existe em nosso país. Com exceção do candidato Luís Tchê, nenhum outro recebeu ajuda partidária. Nem estadual, nem federal. Estamos aguardando para ver se sai”, finalizou.

Assuntos desta notícia