Em dez dias, polícia reduz número de roubos e homicídios em mais de 60% – Jornal A Gazeta

Em dez dias, polícia reduz número de roubos e homicídios em mais de 60%

A Polícia Militar do Acre (PM/AC) divulgou nesta quinta-feira, 10, o balanço geral dos primeiros dez dias de operações do ano. As ações foram realizadas simultaneamente em Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Brasileia, Feijó, Tarauacá e Xapuri. Ao todo, 50 policiais militares atuaram nas operações.

Em dez dias, houve uma redução de 66% no número de homicídios. Entre o dia 1º e esta quinta-feira, 10, foram registrados sete homicídios em todo o Estado, enquanto que no mesmo período do ano passado, foram 21 assassinatos, ou seja, três vezes mais que o registrado nesses dez dias de 2019. Em Rio Branco, a queda foi de 77% (caiu de 18 nos 10 primeiros dias de 2018 para 4 casos de homicídios em 2019).

A quantidade de roubos em geral diminuiu 59,62%, sendo que as notificações de roubos de veículos caíram 50%. Com efeito, os registros de crimes contra o patrimônio caíram de 262 ocorrências, entre o dia 1º e o dia 10 de janeiro de 2018, para 105 ocorrências no mesmo período deste ano.

Segundo o subcomandante da PM/AC, o coronel Márcio Alves, a avaliação desses primeiros dias de ações é positiva.

“O resultado é altamente satisfatório. É uma operação realizada de forma integrada, além da ação específica da PM, de forma a direcionar o policiamento e ter bons resultados.”

Durante as operações foram apreendidas duas armas de fogo e drogas. De forma geral, segundo Alves, o número de ocorrências registradas nas delegacias diminuiu consideravelmente.

“A PM está focada no sentido de dar à população acreana a sensação de paz e tranquilidade. Estamos em busca deste clima pacífico na nossa sociedade”, disse, enfatizando que as ações de policiamento preventivo e ostensivo devem continuar pelos próximos 90 dias.

Questionado sobre o diferencial das operações, o coronel explica que a especificidade é a grande diferença das outras ações que já foram realizadas no estado.

“São policias militares separados somente para essa operação, bem como a participação do Bope, da Rotam e da equipe Raio. A PM está com ação preventiva primária, secundária e também terciária. A primária é aquela que visa o trabalho preventivo e educativo através do Proerd e das escolas. A secundária é aquela ação preventiva nas ruas e a terciária é aquela que visa à coibição.”

BRUNA MELLO

Assuntos desta notícia