Jornal A Gazeta

Em nova fase da Operação Impactus, PC prende mais de 50 pessoas

A Polícia Civil do Acre deflagrou nesta sexta-feira, 2, mais uma fase da Operação Impactus. Foram cumpridos 11 mandados judiciais contra pessoas envolvidas com o tráfico de drogas, organizações criminosas, compra e venda de armas, e etc. Ao todo, 52 pessoas foram presas em Rio Branco e Cruzeiro do Sul.
Além disso, foram apreendidos objetos como armas de fogo, drogas e radiocomunicadores. Segundo a PC, a maioria dos presos são membros de facções criminosas, sendo que alguns são responsáveis por mortes violentas de pessoas de grupos rivais.
A operação foi coordenada pelo secretário de Segurança Pública, Emylson Farias, juntamente com os delegados Nilton Boscaro e Fabrizzio Sobreira.
“A Polícia Civil cumpre esses mandados para não deixar essas pessoas criminosas, que tem inquéritos policiais em abertos, fiquem impunes desses processos e saiam para cometer novos delitos. Então, acaba sendo um trabalho preventivo e de forma repreensiva”, diz Nilton Boscaro.
O secretário de Segurança destaca o trabalho integrado das policias. “Isso já vem sendo feito por todos os operadores. O governo federal precisa ser protagonista, com apoio incondicional, e cumprir seu papel constitucional e vigiar as fronteiras. Estamos fazendo nossa parte”.
Nos últimos trinta dias, 202 pessoas foram presas em nove edições da Operação Impactus. Também foram contabilizada a apreensão de 81 quilos de drogas, cerca de 50 veículos e 15 armas de fogo, de acordo com Boscaro.
A “Impactus” nasceu em 2014, com o objetivo de combater o tráfico de drogas e, recentemente, as organizações criminosas.