Estradas perigosas – Jornal A Gazeta

Estradas perigosas

Mais um trágico acidente aconteceu ontem, na AC 40. Uma criança de 8 anos foi atropelada por um carro enquanto, segundo a versão do motorista, fazia manobras pela estrada com a sua bicicleta. Esse caso nem evidencia tanto, mas se soma a mais um acidente na estrada estadual, que somado com outra, a BR 364, já escancara certa preocupação.
Ambas, a BR 364 e a AC 40 estão bem desgastadas. É de perder as contas a quantidade de buracos na pista. Acrescenta-se a isso excesso de velocidade e motoristas imprudentes, e o resultado são esses inúmeros acidentes que estão acontecendo nos últimos meses.
Superficialmente: teve acidente essa semana com uma médica e sua família; duas crianças mortas em acidente perto de Tarauacá, em setembro; 20 feridos em um ônibus que saiu da pista em outubro; colisão de moto e caminhão que culminou na morte de uma mulher em dezembro.
A questão da BR 364 é complicada. Os governos estadual e federal vivem uma luta histórica para tentar garantir condições de trafegabilidade para a rodovia. Mesmo assim, todo inverno ela fica deteriorada. A população precisa ter mais consciência disso, respeitar a estrada. E os governos devem se empenhar mais na melhoria tanto da 364, quanto da AC 40.
Nesse Carnaval, muitos viajarão pela BR. Isso é natural, diante desse feriadão. As autoridades precisam alertar para os cuidados na direção da estrada. Se não, mais vidas se perderão.

Assuntos desta notícia