Gazetinhas – 01.03.2018 – Jornal A Gazeta

Gazetinhas – 01.03.2018

*Bem-vindo, março!
*Mês em que muita água ainda deve rolar por debaixo das pontes do rio Acre.
*Mas, enquanto a situação está sob controle, todas as atenções voltam-se novamente para a Segurança Pública.
*Como já tem se observado e comentado, houve, de fato, uma melhoria importante nos índices de violência, neste mês que passou.
*E isso pode ser constatado ao acompanhar o noticiário local;
*Ou conferindo as estatísticas.
*Dados recentes que devem ser divulgados, em breve, pela Sesp, apontam a redução de 40% no número de crimes violentos, em fevereiro deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado;
*E uma melhora um pouco mais significativa comparando-se ao sangrento janeiro de 2018.
*A informação foi adiantada pelo governador Tião Viana, na coletiva em que anunciou um convênio com o Detran, por meio do qual será feito um repasse de R$ 4,9 milhões do órgão para a pasta da Segurança.
*O valor será dividido em R$ 3,6 milhões para o trabalho ostensivo da PM;
*E mais R$ 1,3 milhão para outros investimentos da secretaria, entre os quais ações voltadas para melhoria da segurança no trânsito.
*Bom, muito bom.
*Só não dá para apertar mais nas multas, governador!
*A titular do coluninha aqui tem arrepios a cada vez que abre a caixa de Correios…
*Socorro! Mais um assalto.
*O Dim sussurra ali atrás:
* “Ninguém tem culpa se é barbeira…”.
*Whaaaat????!
*Tem medo da morte não esse chargista.
*Agora, falando sério:
*A reclamação é geral.
*Tá certo que é preciso coibir as infrações e conscientizar os motoristas, mas a sinalização, em muitas vias, é péssima, e as notificações estão acima do normal.
*Aff!
*Tem que ver isso aí.
*Vereador Roberto Duarte anunciou, ontem, a pré-candidatura a deputado estadual.
*O comunicado foi feito na tribuna da Câmara, com a promessa de que o novo projeto “em nada irá afetar” o trabalho como vereador de Rio Branco.
*Não demorou muito para o gaúcho ser questionado sobre o motivo de não concluir o atual mandato.
* Aliás, uma cobrança que faz todo o sentido e que vale para todos os recém-eleitos.
*Duarte explica:
* “Hoje recebo demandas de vários municípios, e inúmeras delas são de competência da esfera estadual, o que nos limita de poder contribuir ainda mais com nosso Estado”.
*E continua:
* “A decisão veio após ouvir o apelo de grande parte de meus eleitores e de diversos amigos que residem em outros municípios do Acre”.
*É, faz sentido também.
*Só não pode, então, criticar o “prefeito engenheiro” pela mesma escolha.
*Cri cricri.
*Vamos acompanhar.

Assuntos desta notícia