Gazetinhas – 04.09.2018 – Jornal A Gazeta

Gazetinhas – 04.09.2018

*E a semana começou triste, fúnebre, com a tragédia no Museu Nacional do Rio de Janeiro.
*Uma tragédia previsível, como bem descreveu a imprensa nacional e muitos manifestos de artistas, historiadores e políticos por todo o país.
*A imagem chocante e palpável do total abandono da cultura brasileira.
*No desabafo do diretor-adjunto do museu, Luiz Fernando Dias Duarte:
* “Agora, todo mundo se coloca solidário”…
*Porém, relatou ele, a falta de recursos e investimentos para adequação e proteção do acervo do museu é fruto do “descaso de vários governos”.
*Aquela declaração que nem precisa de muita explicação para termos certeza que é verdade…
*Diante da realidade brasileira que conhecemos muito bem.
*Enfim.
*Na política local e nacional, ainda repercutindo a bombástica vinda do presidenciável Jair Bolsonaro ao Acre, no último sábado.
*Ôpa, bombástica, não…
*Porque em se tratando do comportamento do candidato, pode ter alguém até que interprete no sentido literal de “bomba”.
*O que, vindo dele, não seria nenhum surpresa.
*Cri cri cri.
*É que a coligação “O povo feliz de novo”, da qual o PT faz parte, apresentou ao STF uma representação pelo suposto crime de ameaça cometido por Bolsonaro, durante o famigerado comício em sua chegada ao Acre.
*Na peça, endereçada à ministra Cármen Lúcia, os advogados da coligação citam os crimes de injúria eleitoral e incitação ao crime.
*Tudo relacionado àquela imagem patética e às declarações ridículas do candidato, segurando um tripé como se fosse uma arma e esbravejando:
* “Vamos fuzilar a petralhada toda aqui do Acre!”.
*Em seguida:
* “Vamos botar esses picaretas para correr do Acre. Já que eles gostam tanto da Venezuela, essa turma tem que ir pra lá!”.
*E tem mais:
* “Só que lá não tem nem mortadela, galera. Vão ter que comer é capim mesmo”. (SIC).
*Profundo, não?!
*Tsc, tsc, tsc.
*E foi o que aconteceu por aqui.
*Exageros à parte, o teor da representação pode até parecer picuinha política.
*Mas, convenhamos:
*Uma indignação compreensível dos petistas ou de qualquer cidadão de bem minimamente respeitoso e sensato.
*O vídeo foi, de fato, lamentável sob todos os aspectos.
*Agora, de boas notícias, para começar a semana com o pé direito:
*Seis escolas de ensino fundamental do Estado tiveram a melhor evolução no Ideb, nos últimos 10 anos, segundo dados divulgados, ontem, pelo MEC.
*Cinco das escolas são do interior e ficam nas cidades de Manoel Urbano, Brasileia, Rodrigues Alves e Marechal Thaumaturgo.
*A sexta escola é de Rio Branco.
*Aquela luzinha de esperança no fim do túnel…
*Vamos em frente.

Assuntos desta notícia