Gazetinhas – 06.01.2019 – Jornal A Gazeta

Gazetinhas – 06.01.2019

*Mais de 500 quilos (!) de droga apreendidos nas rodovias federais do Acre em 2018.
*480 quilos de cocaína, 46 quilos de maconha, muito ecstasy…
*Fora o que circulou livremente por aí.
*Sem dúvida, conter esse avanço do narcotráfico, com o pífio apoio que se tem do Governo Federal, será o maior desafio do governador Gladson Cameli, nos próximos quatro anos.
*E o governador sobreviveu à primeira semana deste visado governo.
*É tanta expectativa e olho grande, que o governador, sortudo de nascença, vai precisar de uma dose extra de orações e sal grosso pra não pegar o mesmo “quebranto” do antecessor Tião Viana.
*Ah, para com isso!
*Mas, falando sério, foram dias movimentados pra uma primeira semana do ano e que revelam que muitas mudanças (e também cobranças) estão por vir.
*Entre as positivas, destaque para a alteração no atendimento do Pronto Socorro, que voltou a realizar consultas médicas, o que foi bem visto pela população;
*O retorno do horário comercial (e não mais corrido), nos órgãos públicos, como a OCA;
*E as operações policiais (sempre bem-vindas) sem prazo para acabar, que visam garantir a volta da sensação de “tranquilidade” entre a população.
*Entre os mistérios, lambanças e cobranças…
*Teve o furto de equipamentos (ou boicote?!) da Secretaria de Ciência e Tecnologia, que deixou todas as secretarias com os sistemas digitais fora do ar;
*As exonerações duplicadas de assessores do antigo governo;
*E até o vazamento de um áudio do governador, reforçando a necessidade da “despetização” da máquina pública.
*Eita pau.
*Sinal de que, internamente, muitas arestas ainda precisam ser acertadas para condução do governo de forma, digamos assim, “segura”.
*Faz parte do processo.
*A seu favor, Gladson conta com um nível de apoio popular tão forte, que, por ora, qualquer crítica da imprensa ou da nova oposição (justa ou não) tem sido vista como ridícula, apelativa e patética.
*É só dar uma olhada na repercussão das postagens, nas redes sociais.
*Sinal também de que, até nisso, o PT vai ter que se reinventar para não cair de vez no ostracismo político tão temido pelos seus líderes.
*Enfim.
*O zap zap toca.
*É uma moradora do Residencial Riviera del Fiori, próximo à AABB, denunciando o desmatamento ilegal de uma reserva nos fundos do residencial.
*E, pelas fotos e vídeo enviados, é um desmate grande, profissionalizado, com motosserra e tudo mais.
*Os moradores gritam:
* “Vamos chamar o Ibama! Imac!”.
* (Mas ainda existem?? Cri cricri).
*É sério, seríssimo.
*Autoridades competentes, tem que ver isso aí.

Assuntos desta notícia