Gazetinhas – 06.02.2019 – Jornal A Gazeta

Gazetinhas – 06.02.2019

*Pouco mais de 30 dias de governo…
*E começaram as manifestações.
*Acabou a lua de mel, será?
*Não, não, ainda é cedo, dada a alta popularidade com que se elegeu o governador Gladson Cameli;
*E dado também, tanto quanto, o cansaço que a população nutria dos governos da Frente Popular.
*Parece que muita gente pegou ranço “deles”, né?
*Sabe aquele “abuso” ou, como diz o acreano, o “guigui”, que faz até os bons momentos ficarem esquecidos?!
*É por aí…
*Freud explica.
*Mas, voltando ao que interessa…
*Não acabou (ainda) a lua de mel.
*Entretanto, começa a faltar paciência de alguns setores com a lentidão do governo em responder a certas demandas;
*Sobretudo, às promessas de campanha feitas, inclusive, com prazo para serem cumpridas.
*É o caso dos concursados da Polícia Militar, que cobram do governador a convocação, conforme prometido, dos aprovados no último concurso.
*Eles se reuniram, ontem, em frente ao quartel do Comando Geral e exigiram um posicionamento, diante das “tentativas frustradas” de marcar uma reunião.
*Representantes do grupo afirmaram que reconhecem a atual situação financeira do Acre e que, diante disso, existe a compreensão de que a contratação não irá ocorrer neste mês ou mesmo no próximo.
*Porém, pedem que haja diálogo, planejamento, cronograma, um retorno que seja…
*O que é justo e correto, sob todos os aspectos.
*Em uma das faixas carregadas durante o protesto, uma frase chamou a atenção:
* “Dinheiro tem. O que falta é gestão. (Cameli, 2018)”.
*E o apelo da categoria:
* “Mostre-nos compromisso, sr. Gladson”.
*Em nota, o governo voltou a afirmar que reconhece, sim, o compromisso com os concursados;
*E que eles serão convocados quando as condições financeiras do Estado permitirem.
*É justo também.
*Em tempo: no final da tarde, Gladson recebeu uma comissão dos aprovados, no Gabinete Civil, e se comprometeu a apresentar, na próxima segunda, um cronograma de chamamento.
*Tá registrado então.
*Muita pompa, autoridades, os mesmos discursos, na cerimônia de abertura dos trabalhos da Aleac.
*Por enquanto, nenhuma surpresa.
*Enquanto isso, no legislativo mirim…
*Quem começou a colocar as garrinhas de fora foi o vereador Emerson Jarude.
*Com a saída do agora deputado Roberto Duarte, é a chance de o vereador ganhar mais visibilidade no mandato.
*E ele, certamente, sabe bem disso.
*Iniciou o ano legislativo questionando o aumento de 20% do IPTU;
*E sugerindo até mesmo a abertura de uma CPI (!).
*Quando a prefeita pensou que teria alguns meses de relativa paz, hein…
*Pre-pa-ra.

Assuntos desta notícia