GAZETINHAS – 06-09-2019 – Jornal A Gazeta

GAZETINHAS – 06-09-2019

*Clima tenso entre os “brotheres”.
*Mais uma crise à vista entre o Executivo e o Legislativo estadual.
*Governador Gladson Cameli anda virado no Jiraya…
*E encaminhou, ontem, uma mensagem governamental à Aleac com o veto de oito projetos aprovados na Casa.
*Entre eles, a alteração de um artigo da LDO, aprovado com os votos de 23 dos 24 deputados.
*Ninguém entendeu nada, e a gritaria foi geral.
*Pra variar, pego de surpresa pelos atos controversos do Executivo, o líder do governo, Luís Tchê, esquivou-se do confronto, numa tentativa de ganhar tempo.
* “O governador deve ter as razões dele”, limitou-se a dizer Tchê, numa posição visivelmente desconfortável.
*Da deputada mdbista Antônia Sales, que, teoricamente, compõe a base governista:
* “Uma pessoa vale pela sua palavra… Se diz uma coisa depois faz outra, pensar o quê?”.
*Vem confusão das brabas por aí.
*Outra briga que ainda vai dar o que falar é a do Governo do Estado com a OAB-AC.
*Urra!
*É que pegou mal, muito mal, entre os advogados acreanos, a nota assinada pelo governador Gladson Cameli posicionando-se sobre a o caso da advocacia dativa;
*Um imbróglio, aliás, já suficientemente complicado entre a OAB e o Poder Judiciário.
*Em nota dura, assinada pelo presidente local da entidade, Erick Venâncio, a postura de Gladson é classificada como “inoportuna”, ao se posicionar como árbitro do problema;
*E “omissa”, ao não se pronunciar sobre a necessária convocação dos defensores públicos aprovados em concurso, o que reduziria de modo significativo a necessidade de nomeação de advogados dativos.
*O que, de fato, faz todo o sentido.
*Enquanto isso, no fantástico mundo de Bob…
*Deputado Chico Viga propôs a chamada “bolsa modes” para acabar com a “pobreza mestrual” que está levando adolescentes a abandonarem as escolas.
*Oi?! Cuma?!
*Explique-se, deputado:
*O objetivo do projeto de lei, diz ele, é obrigar as escolas públicas a fornecerem absorventes às jovens, uma vez que muitas delas não têm condições de comprar esse “material”.
*Para ele, é obrigação do governo, portanto, incluir o absorvente como material escolar.
*É, hã, hum…
*Vou-me embora pra Pasárgada.
*Feriadão a perder de vista…
*Sobre a Amazônia, como bem disse o titular da coluninha:
* “Nada a comemorar, só a reagir”.
*Vamos festejar, então, a Independência e o nosso bom colega Ayres Rocha, que estará, neste sábado, na bancada do Jornal Nacional.
*Um “boa noite” com gosto de baixaria acreana.
*No melhor sentido, claro.
* “Ele vai chorar!”, fuxica o Dim aqui atrás.
*Que chore!
*Reconhecimento merecido.

Assuntos desta notícia