Gazetinhas – 07.03.2018 – Jornal A Gazeta

Gazetinhas – 07.03.2018

* Fim da linha!
* Não leitor, não é operação da polícia.
* É só que acabou-se o que era doce do sonho do Bodão em se tornar um dos grandes do UFC.
* A organização cancelou o contrato de Francimar Bodão, junto com outros 4 lutadores.
* Uma pena para o atleta, e para o esporte acreano em geral.
* Bodão era o nosso único lutador no UFC. E até outros brasileiros nas lutas não estão muito em alta no momento. Ficamos órfãos de ídolos.
* Agora não temos mais ninguém lá.
*Mas se abrissem a modalidade no UFC para pessoas com nanismo, ah, aí sim eu sei que os nossos talentos brutos de Sena e de outras regiões do Envira se destacariam.
* Fica a dica!
* E saindo desse assunto de luta…
* Na véspera do dia delas, as mulheres [sabe aqueles seres mais evoluídos que dão sentido à vida dos homens?], não param as devidas homenagens para as nossas acreanas.
* Dentre elas, muito bacana a homenagem que a ex-deputada Maria Lúcia Mello de Araújo, mãe da vice-governadora Nazareth Araújo, vai receber hoje no Congresso Nacional.
* Dona Maria Lúcia era uma das 26 deputadas que atuaram no processo constituinte do final dos anos 1980 que deu início à nossa maior lei, a Constituição Federal de 1988.
* Eis que liga, malandramente [ops, comecei a dançar aqui! Mas já parei], um dos 37 e me abarca a seguinte reflexão:
* “Ah, mas do jeito que esse país tá, de tanta vergonha, essa Constituição aí não vale é mais pra nada. Bora rasgar e fazer outra!”
* Calme, seu mininu! Também não é bem assim não.
* A Constituição Federal de 1988 é boa. Referência internacional.
* O problema é a gente que não usa bem ela.
* “É, meu filho. Isso, e ter uns ministros como Gilmar Mendes de guardião dela, né!”
* Aff, hoje esses 37 da coluninha tão pra frente demais!
* Dá nem pra argumentar que já vêm logo com essas ignorâncias.
* Enfim, seguindo aqui o nosso roteiro, faço a recomendação de uma boa leitura do artigo intitulado “O sim para a doação é o renascer de outra vida”, escrito pela jornalista Nayanne Santana, e que está logo ali ó, na página 4 deste matutino.
* Nos últimos anos, o Acre sempre vem tendo números cada vez mais expressivos referentes aos transplantes de órgãos. Uma política de Saúde Pública acertada.
* O texto de Nayanne Santana mostra bem como um ponto assim tão positivo merece que a nossa população tenha uma consciência mais esclarecida sobre a opção de doar ou não doar órgãos, superando estigmas e preconceitos sobre o tema.
* Vale a pena conferir!
* Bom, com essa eu encerro.
* Vou ali torcer pra Gleici do BBB, quando voltar pra casa na sexta, falar aquela frase icônica da Clara da novela ‘O Outro lado do Paraíso’:
* “Não imaginam o prazer que é estar de volta”!
* #imaginaacaradelesquandoelavoltar.
* #chegalogosextafeira.
* Interino: TIAGO MARTINELLO

Assuntos desta notícia