Gazetinhas – 10.02.2019 – Jornal A Gazeta

Gazetinhas – 10.02.2019

*É pipoco pra todo lado!
*Pegou mal, muito mal entre os empresários acreanos a divulgação de um decreto governamental que limita em 25% a participação de empresas locais nas licitações estaduais.
*Ninguém entendeu nada;
*E a reação do setor produtivo foi imediata.
*Do presidente da Associação Comercial do Acre (Acisa), Celestino Bento:
* “Não é possível que alguém em sã consciência faria um projeto desse…”.
*Xiiii.
*Do presidente da Fieac, José Adriano:
* “Não fomos consultados pela equipe de governo”.
*E do presidente do Sindicato das Indústrias de Produtos Alimentares do Acre, José Luiz Felício:
* “Um retrocesso”.
*Eita pau.
*Em reportagem divulgada na edição de hoje do matutino, o porta-voz do governo, Rogério Venceslau, argumenta que o decreto visa garantir a boa aplicabilidade dos recursos públicos;
*Além da ampla concorrência.
*Não convenceu.
*O assunto deve continuar rendendo, durante a semana, primeiro com uma reunião, nesta segunda-feira, na Casa Civil, entre empresários e governo.
*Depois, certamente, com um bom embate político, na Assembleia Legislativa.
*Promete!
*O fato é que depois de 40 dias com a economia parada e de uma semana tensa, com a divulgação de um cenário muito pessimista para os próximos meses…
*Os empresários locais começam a se sentir desiludidos, vulneráveis e traídos até, diante das mudanças que estão sendo propostas pela nova equipe econômica;
*E do clima de instabilidade e incerteza que passa a ganhar força entre os consumidores e a população, de modo geral.
* “Eis que nada se fez novo”.
*É o que já se ouve.
*Alô, governador Gladson Cameli, foi muita gente boa apostando no senhor!
*Tem que explicar melhor isso aí.
*Vale conferir a reportagem completa, dos jornalistas José Pinheiro e Bruna Mello, na página 3.
*Na página 6, vale conferir também a entrevista da semana, com a secretária estadual de Empreendorismo e Turismo, Eliane Sinhasique.
*Uma guerreira incansável, onde quer que esteja.
*Entre muitas lutas e acertos, e outros erros e excessos, afinal só não erra quem não trabalha, né mesmo, pequena?!
*Ela conta como encontrou a secretaria para a qual foi nomeada e mostra como vai viabilizar o carnaval popular.
*É pura Felizcidade!
*E não duvidem que será uma festa bem estruturada e bonita.
*Na editoria policial, madrugada pesada, com mais uma série de ataques, na guerra entre facções criminosas.
*Muitas mortes, muita violência e insegurança nos bairros da Capital.
*Tá aí outro setor onde ainda não se vê melhorias.
*Socorro, coronel Paulo Cezar!

Assuntos desta notícia