Gazetinhas – 10.08.2018 – Jornal A Gazeta

Gazetinhas – 10.08.2018

*Mais um final de semana triste, trágico na Capital acreana.
*Na tarde de ontem, a notícia do aparecimento do corpo de uma das adolescentes que estavam desaparecidas, desde a última noite de Expoacre, deixou a sociedade, mais uma vez, em choque.
*Em um matagal, com sinais de tortura…
*Uma menina de apenas 13 anos!
*E como não se comover diante das mortes cruéis de jovens de 18, 13, 14 anos, vítimas da violenta guerra entre facções criminosas no Acre?!
*Pois, se no início da guerra, a “justificativa” era de que as execuções só se restringiam aos integrantes das facções…
*Há tempos, a realidade está se mostrando muito diferente.
*É gente inocente morrendo vítima de bala perdida;
*Ou por engano dos chefes do tráfico;
*Ou por vingança a familiares que são membros de facções rivais.
*E assim, a violência vai chegando cada vez mais perto dos cidadãos de bem.
*Tá sofrido, tá de lascar.
*A terceira adolescente, outra estudante de apenas 14 anos, continua desaparecida.
*Que Deus conforte o coração dessas famílias.
*E por falar em Expoacre, agora de boas notícias…
* (Se é que é possível em meio a essa nuvem negra que cobre o Estado).
*Governo divulgou, ontem, os números da edição 2018;
*E comemorou os bons resultados, apesar da diminuição dos dias do evento e da aparente queda de movimento, em comparação com anos anteriores.
*Segundo o balanço oficial, a feira movimentou R$ 99 milhões em volume de negócios dos mais diversos setores econômicos…
*Saindo da venda diária em torno de R$ 11 milhões, no ano passado, para R$ 19 milhões, este ano.
* “Um sucesso!”, como definiu o governador Tião Viana;
* “E que demonstra que a decisão dos empresários em fazer a feira em menor tempo foi acertada”, concluiu ele.
*Isso sim, sem dúvidas.
*Já essa definição de “sucesso” é muito relativa e pessoal, né, governador?!
*Cri cricri.
*Mas, concordemos:
*Em tempos difíceis, essa visão otimista da vida não deixa de ser necessária e bem-vinda.
*Enfim…
*Ponto para o senador Jorge Viana, que não desistiu da luta e conseguiu a aprovação do projeto de lei que proíbe a cobrança por marcação antecipada de assentos em voos comerciais.
* “Onde já se viu: agora para andar de avião, além de pagar para despachar a bagagem, ainda temos que pagar para sentar”…
* “Daqui a pouco vamos ter que pagar para usar o banheiro…”, provocou JV, na tribuna do Senado.
*Ririri.
*E quem duvida?
*Vale registrar:
*O senador acreano tem um trabalho antigo pela melhoria dos serviços de transporte aéreo no país, lutando por mais voos e preços acessíveis, especialmente para a região Norte.

Assuntos desta notícia