GAZETINHAS – 13-03-2019 – Jornal A Gazeta

GAZETINHAS – 13-03-2019

*Estão demais os assaltos na cidade…
*É roubo de carro no balde, né?
*Na noite da última segunda-feira, ali perto do Horto Florestal, os bandidos chegaram de mansinho, na maior tranquilidade…
* “Educados”, mandaram até um “boa noite” pras vítimas…
*Vôti!
*Anunciaram o assalto e levaram o carro.
*Imagens das câmeras de segurança das redondezas registraram tudo.
*Mas, sabemos:
*A esta altura, é bem difícil que o veículo seja recuperado.
*E assim tem sido por todos os bairros da Capital, em semáforos (!), saídas ou entradas de comércios, escolas, restaurantes, a qualquer hora do dia.
*Alô, secretário Rêmulo Diniz!
*(Sim, depois de tanto barulho, ele voltou pro cargo).
*Tem que ver isso aí.
*Bafão do dia, triste por sinal, foi a morte de um primo do governador Gladson Cameli, que estava internado no Pronto Socorro.
*Segundo denunciou a deputada Antônia Sales, na tribuna da Aleac, o homem era morador de Porto Walter (que está sem médico desde o início do ano);
*E o óbito ocorreu devido à falta de um procedimento cardíaco, o cateterismo, que não está sendo mais realizado no sistema público de Saúde.
*É que, desde os últimos meses do ano passado, o governo está com os pagamentos atrasados para a clínica particular e para o Hospital Santa Juliana, responsáveis pela realização dos atendimentos por meio de um convênio.
*Só pra lembrar:
*Na semana passada, outro senhor chegou a se acorrentar nas grades do PS para chamar atenção ao caso do pai, que também precisava urgentemente do cateterismo.
*Bom, quem sabe agora, a duras penas, a situação seja resolvida…
*Lamentável sob todos os aspectos.
*Na página 5, vale conferir um artigo do professor e advogado Edinei Muniz sobre os bastidores da política econômica do governo Gladson Cameli.
*Um tanto pesado e pessoalizado demais, não, professor?
*Mas, uma reflexão pertinente sobre o “paredão fiscal”, liderado supostamente pelo conselheiro do Tribunal de Contas Antônio Malheiros, e que já tem gerado “efeitos colaterais” severos à economia local.
*Além, de fato, dos “gols contra” praticados contra a própria gestão de Gladson.
* “Austeridade sim! Estado zero e abuso jamais!”, clama Muniz.
*É por aí.
*Bom, muito bom o Projeto de Lei, de autoria do deputado Roberto Duarte, que veda a nomeação de pessoas para cargos comissionados que tenham condenação por crimes de violência contra a mulher.
*Duarte destacou que o Acre é, atualmente, o Estado com a maior taxa de feminicídio do país;
*E que o PL seria mais uma forma de coibir os crimes e punir os agressores, além de provocar a reflexão sobre o assunto.
*Apoiado!

Assuntos desta notícia