Gazetinhas – 23.05.2018 – Jornal A Gazeta

Gazetinhas – 23.05.2018

*Nas rodas de conversa, nas redes sociais, o assunto não poderia ser outro:
*O novo aumento do valor dos combustíveis, que levou o litro da gasolina à casa dos R$ 5, no Acre.
*Quer dizer, em Rio Branco;
*Pois em alguns municípios do interior do Estado, o preço do produto já chegou a este patamar faz tempo.
*Dos desACREditados, um alerta importante:
* “Alguém avisa para os nossos políticos que só quem ficou milionário foi a Gleici! R$ 5 a gasolina; R$ 4 a passagem de ônibus?!”.
*Alguém avisa, por favor!
*Ririri.
*Ainda bem que o brasileiro perde, por vezes, a esperança, mas o bom humor, nunca.
*E o problema foi também o tema do pronunciamento de ontem do senador Jorge Viana, no Senado.
*JV apoiou a manifestação dos caminhoneiros, que, pelo segundo dia consecutivo, bloquearam rodovias, para protestar contra o aumento quase diário do preço do combustível.
*E denunciou a situação surreal do Acre, onde o gás de cozinha custa a média de R$ 120 no interior…
*Chegando até a R$ 250 (!), em regiões mais distantes.
*Em Santa Rosas do Purus, contou ele, os preços abusivos tem levado a população a voltar a usar carvão ou lenha para cozinhar!
*E dá pra acreditar mesmo.
*Até porque, bem aqui, na Capital, muitos motoristas já trocam os carros na garagem por motos ou pela velha e boa bicicleta.
*E olha que acreano gosta de um carro bom ó!
*Mas, é como diz o ditado: a necessidade faz o sapo pular.
*E, no caso de Rio Branco, vai ter muita motoca e muita magrela pulando mesmo…
*Com uma buraqueira dessa, rapaz!
*A cidade virou quase uma pista de motocross.
*Socorro!
*Falando nisso…
*Não demorou muito e as cobranças sobre a infraestrutura da cidade estão recaindo sobre a nova prefeita Socorro Neri.
*Sobre a infraestrutura, sobre um posicionamento mais firme em relação ao iminente aumento da tarifa de ônibus…
*Eita pau.
*Por sensatez e por justiça, é necessário, sim, garantir certo tempo para que a prefeita possa agir e mostrar o direcionamento de sua gestão.
*Mas, muito em breve, as respostas precisam aparecer.
*E este 22 de maio amanheceu triste para o jornalismo brasileiro, com a morte de um dos profissionais mais ousados, críticos e resistentes do nosso tempo:
*O jornalista e escritor Alberto Dines.
*Fundador do Observatório da Imprensa, Dines teve atuação de destaque na maioria dos grandes veículos do país, em especial no Jornal do Brasil.
*E a busca incansável dele pelo aprimoramento do jornalismo tornaram-no referência e objeto de estudo nas nossas escolas de Comunicação.
*Um mestre.
*Que descanse em paz.

Assuntos desta notícia