Gazetinhas – 23.11.2018 – Jornal A Gazeta

Gazetinhas – 23.11.2018

*Mal terminou novembro e só dá o futuro governo nas pautas do noticiário local.
*Todo mundo de olho na escolha dos novos secretários;
*Nos passos e sorrisos do governador eleito;
*E até no look do dia da família Cameli para a posse do dia 1º de janeiro.
*Faz parte do show.
*Ontem, durante a entrega do esperado relatório do TCE sobre a “real situação” das contas do Estado, Gladson lançou mais frases de efeito que, por enquanto, ainda repercutem bem, diante de uma sociedade indiscutivelmente ávida por mudanças…
*Seja ela qual for.
* “A caneta que irá nomear os secretários será a mesma que irá exonerar”, disparou ele, ao se referir aos resultados que cobrará de cada um, no exercício do mandato.
*Mais adiante, lamentou a situação da Saúde estadual…
* “Inadmissível!”, destacou.
*E chamou a responsabilidade para si na resposta que deve ser dada à população:
* “Eu, como governador, não posso admitir que chegue ao ponto que chegou. Quero dar uma resposta, não só na Saúde, mas também na Educação e na Segurança”.
*Tudo muito bom, tudo muito bem…
*Pelo menos até o jogo começar.
*A partir daí, o jovem governador deve ter a consciência de que, por mais bem intencionado que seja, se transformará na vidraça mais visada do Acre…
*O maior alvo de cobranças, críticas e injustiças também…
*E em pouco tempo, poucos se lembrarão dos seus bons feitos como senador e atribuirão a ele as responsabilidade sobre todos os problemas, novos ou antigos, que afligirem o Estado.
*Porque assim é a vida real, ainda mais num estado pequeno e enjoado como o nosso.
*Portanto, é bom que, já a partir de agora, comece a dosar as promessas sobre o que realizará pela frente.
*Enfim…
*Ainda sobre o anúncio do primeiro escalão, que ocorrerá às 14h de hoje…
*Uma lacuna se abriu em uma das mais delicadas pastas, com a desistência do procurador João Pires para a Secretaria de Segurança.
*Segundo o vice-governador eleito Major Rocha, a notícia foi recebida com surpresa e não havia, até então, um “plano B” para substituir o procurador.
*E quem é que quer pegar essa bomba, né?
*Até o fechamento da coluninha, não vazou nenhum buchicho sobre a nova escolha.
*Um passarinho verde aposta que será o próprio Rocha quem assumirá o cargo.
*Pouco provável, afinal, se ele realmente quisesse, já estaria feito.
*Desde o início, Gladson deixou claro que a Segurança Pública estaria nas mãos do vice.
*Vamos esperar a Contilnet divulgar então.
*Tá furando até o Crica, rapaz!
*Colunistas, uni-vos!
*Vamos chamar a futura secretária Silvânia Pinheiro pra organizar isso aí.
*Chegue aqui, maninha!!!
*Ririri.

Assuntos desta notícia