Gazetinhas – 25/04/2019 – Jornal A Gazeta

Gazetinhas – 25/04/2019

*Eita, pau pereira!

*O negócio esquentou lá pela Casa Civil com a demissão do secretário Raphael Bastos.

*De acordo com o chefe da Casa Civil, Ribamar Trindade, havia incompatibilidade de pensamento.

*Raphael Bastos não poupou críticas ao governo que fazia parte. Disse que nem um inimigo merecia tal tratamento.

*Pegou pesado!

*O ex-secretário alfinetou os supersecretários de Cameli. Disse que o governo dificilmente vai decolar com ‘freios’ e ‘amarras’, numa clara referência ao grupo do TCE indicado ao governo.

* Do deputado Alan Rick (DEM) veio a ponderação. Disse que vai esperar o governador Gladson Cameli se pronunciar para daí, ele e o DEM, emitirem uma opinião.

*Mas, se depender do secretário-geral do DEM, Paulo Ximenes, tudo foi pelo ventilador. Disse que Raphael Bastos vinha sendo fritado pelo GPPE.

*Ximenes faz uma denúncia grave ao afirmar que o Tribunal de Contas do Estado (TCE) manda no governo Gladson.

*Xi, e pode conselheiro dar ‘pitaco’ no Executivo fora da sua competência?

*O certo é que o povo anda ávido por dias melhores. Penso que o governador Gladson Cameli perde um quadro preparado.

*Mas, cargo em comissão é assim: dorme no cargo e acorda exonerado.

*”Melhor acordar exonerado que com a PF no portão”, cochicha um aqui no meu ouvido.

*Feita a observação. Não sei do que se trata, mas tudo bem. Segue o baile.

*Pasta acumulada. A secretária Maria Alice, da SGA, vai comandar o Planejamento. Preparada!

*Não esqueçamos da morte do motoboy no Calafate. A sociedade cobra respostas urgentes!

*Difícil elucidar com pouco quadro técnico para isso. A Segurança Pública precisa investir em inteligência, conhecimento científico.

*Leio em um site local que os deuses estão a favor do senador Marcio Bittar.

*Vai sair na capa da Veja!

*Tomara que os deuses acertem para algo bom, viu? O Acre precisa de bons ventos.

*Falando em Bittar…

*Um erro de sua assessoria ao publicar uma peça publicitária a respeito do aniversário de Tarauacá ganhou as redes sociais. A cidade mostrada na imagem nem de perto é a nossa Tarauacá.

*Credo!

*O Pleno do Tribunal de Justiça do Acre disse adeus ao Pró-Saúde. Considerou inconstitucional a lei de autoria do então deputado Raimundinho da Saúde.

*A lei mudava a natureza jurídica do Pró-Saúde para autarquia estadual.

*Só que não foi observada que deputado não pode propor matéria que traga despesas ao Estado. Aí deu ruim. Só o governador tem essa competência.

*Resta saber quais medidas o governo deve adotar com essa decisão do TJAC.

*Pelo sim, pelo não, mais pais de família podem aumentar o desemprego no Estado.

*Calma que hoje ainda é quinta-feira, minha gente!

 

Assuntos desta notícia