Gazetinhas – 27.03.2018 – Jornal A Gazeta

Gazetinhas – 27.03.2018

*Todo mundo biiiito, elegante!
*Nada que uma friagenzinha não faça.
*E num Estado onde a política corre quente nas veias e tudo vira superlativo, a galera das redes sociais não perde tempo:
* “Esse é o Acre que queremos, com Friale governador!”.
*O outro completa o slogan:
* “Juntos por um Acre mais fresco!”.
*E mais um:
* “Acredito mais no Friale…do que no Cameli”.
*Ah, parem com isso!
*Vocês não imaginam as pretensões do nosso brujinho…
*Estamos criando um monstro.
*Ririri.
*E a semana vai ser curtinha, corrida, com o feriadão da Semana Santa.
*Ainda assim, com acontecimentos importantes.
*Na política nacional, a segunda-feira começou com a decisão do TRF-4, em Porto Alegre, que negou novamente, por unanimidade, o recurso da defesa do ex-presidente Lula sobre a condenação em segunda instância.
*Um resultado que já era esperado, mas que pressiona ainda mais o STF, no julgamento do habeas corpus preventivo do petista, marcado para ser julgado na semana que vem.
*Tá sentindo cheiro de pizza por aí, leitor?
*Huuum.
*Sobre o assunto, leitor, que é advogado e “anti-petista”, diz ele, manda email extenso para explicar porque, “apesar de tudo”, é contra a prisão do ex-presidente e de réus condenados em segunda instância.
* “Como muitos brasileiros sensatos, exaustos de tanta corrupção, também quero ver o Lula preso”, desabafa ele.
*E continua:
* “Mas não à custa daquele que considero o mais importante princípio constitucional, que é o princípio da presunção da inocência”.
*Adiante:
* “Todos temos que lutar pelo fim da impunidade, contra a morosidade da Justiça, os privilégios como o foro privilegiado e, mais ainda, contra a interferência da política nos tribunais…”.
* “Mas nenhum brasileiro, rico ou pobre, amado ou odiado, desconhecido ou popular, pode ser considerado culpado até o trânsito em julgado dos processos”.
*É uma longa e polêmica discussão…
* (Nossos ministros do Supremo que o digam).
*Porém, um ponto de vista importante;
*E válido para reflexão.
*Enquanto isso, na política local…
*Ao que tudo indica, o MDB e, inclusive, o pré-candidato ao Senado Márcio Bittar devem voltar mesmo, por uma questão de sobrevivência, à aliança com o PP, de Gladson Cameli, e o PSDB, de Major Rocha.
*Mas, está faltando uma das famigeradas notas públicas do partido para a notícia ser considerada “do vera”.
* (Ou não, né?).
*De todo modo, talvez seja bom o Azulão esperar mais um pouquinho.
*À boca miúda, corre a conversa de que o senador estaria triste, arrependidíssimo da indicação do nome tucano.
*De novo não!
*A conferir no que vai dar.

Assuntos desta notícia