Gazetinhas 31/03/2017 – Jornal A Gazeta

Gazetinhas 31/03/2017

*Cinco, 10, 15 quilos de cocaína apreendidos a cada nova operação policial…

*Se, por um lado, as manchetes demonstram que a polícia está reagindo, na guerra contra a criminalidade;

*Por outro, deixam escancarado que há droga, muita droga circulando por aí.

*O que, pudera, não é nenhuma novidade pra ninguém.

*E nas estatísticas da violência, a noite do último dia 29 de março teve uma dose extra de adrenalina, nos bairros da periferia da Capital.

*Sete tentativas de homicídios (!), quatro assassinatos consumados…

*A maioria dos crimes praticados por jovens.

*Uma realidade muito triste de se ver.

*Ainda na editoria de polícia (e política – tá tudo misturado mesmo)…

*Todo mundo acompanhando a situação do vereador Juruna, que já teve mandado de prisão expedido (de novo) e, até o fechamento desta edição, permanecia com o status de “foragido”.

*Juruna foi condenado a nove anos de prisão, em regime fechado, pelos crimes de peculato, tráfico de influência, corrupção ativa, falsificação de documento público e falsidade ideológica.

*Situação delicada e difícil de ser revertida.

*Portanto, é melhor que se entregue logo e, como parlamentar que ainda é, busque cumprir as determinações da lei.

*Transexuais e travestis obtiveram um reconhecimento importante no Acre, com a recomendação do MP para que sejam atendidas pela Delegacia Especial de Atendimento à Mulher, em casos de violência doméstica e familiar.

*Um avanço simbólico e prático na luta contra o preconceito e na garantia de direitos, mais igualdade e dignidade.

*Com a medida, o Ministério Público do Acre se torna o primeiro do Brasil a articular a mudança;

*Que, aliás, é uma determinação da Lei Maria da Penha.

*Ponto para as promotoras de Justiça Dulce Helena e Patrícia Rêgo, pela sensibilidade a favor da iniciativa;

*E também para o secretário de Polícia Civil, Flavio Portela, que acatou, prontamente, a recomendação do MP, garantindo, inclusive, que o atendimento seja ampliado para as delegacias de mulheres de todo o Estado.

*O telefone toca.

*Mais um leitor pra dar pitaco sobre a pré-candidatura do deputado Ney Amorim ao Senado.

*Lá vem:

* “Ouvi dizer que o Ney vai pro PDT, mas quem conhece a história dele garante que ele não sai do PT”.

*E continua:

* “Ele é muito articulado nos bastidores e não vai desistir facilmente. Vai ser guerra com o Jorge Viana; guerra, aliás, que sempre existiu. Eles nunca se aturaram mesmo”.

*Jesus amado!

*Não sei de nada, não.

*Identifique-se, leitor, identifique-se!

*E tira essa bomba do meu colo.

*Eles que são brancos que se entendam.

Assuntos desta notícia